Mansão e bens de Cabral serão leiloados nesta semana

A mansão do ex-governador Sérgio Cabral (MDB), à beira-mar, em Mangaratiba, será leiloada na próxima terça-feira (4). O futuro proprietário de um dos endereços mais famosos do condomínio Portogallo, na Costa Verde fluminense, deverá pagar pelo menos R$ 8 milhões. É o valor mínimo estipulado pela Justiça.

Com 462 metros quadrados, a mansão tem cinco suítes, sauna e churrasqueira, além de dois quartos de empregados. No quintal, há sala de ginástica, sauna com paredes de vidro e duas piscinas.

A venda dos bens do ex-governador do Rio, condenado em processos da Lava Jato e preso no Complexo de Bangu, pode ser acompanhada no auditório da Justiça Federal, no centro do Rio. Caso o comprador queira discrição, pode assistir ao leilão pela internet.

A mansão de Mangaratiba, que recebeu dezenas de políticos e foi local de pousos de viagens de helicópteros de seus donos, no entanto, não é o único bem que o principal personagem da Lava Jato no Rio entregou para a Justiça.

Lancha e jipe também estão na lista

Uma lancha de 80 pés (cerca de 24 metros), batizada de Manhattan Rio, também vai a leilão. Com dois quartos e duas suítes, sala de estar, sala de jantar e bar, ela não sairá por menos de R$ 4 milhões.

Na lista ainda serão leiloados um jipe blindado, marca Land Rover, avaliado em R$ 120 mil, um veículo Hyundai Azera, também blindado, por R$ 76 mil; uma moto-aquática, por R$ 45 mil; e um bote inflável com motor, avaliado em R$ 50 mil. O total de pertences de Cabral à venda soma R$ 12,5 milhões.

Bens de outros réus no leilão

Outros réus na Operação Lava Jato, que faziam parte da equipe de governo de Cabral, também terão seus bens leiloados. Ary Filho, que era operador financeiro do ex-governador, terá cinco imóveis colocados à venda.

Na lista de bens de Ary Filho estão um apartamento com 268 metros quadrados, na Barra da Tijuca, a R$ 4,5 milhões; outro apartamento, este de 249 metros quadrados, também na Barra da Tijuca, a R$ 3,7 milhões; e mais um apartamento, na Barra, com 289 metros quadrados, a R$ 3 milhões. Todos são à beira mar.

Também serão leiloados um imóvel em Jacarepaguá, de 100 metros quadrados, a R$ 580 mil, e uma sala comercial de 95 metros quadrados, a R$ 830 mil. O total de bens de Ary Filho à venda: R$ 12,9 milhões.

O ex-secretário de obras e operador financeiro de Cabral, Hudson Braga, terá leiloados seis relógios de luxo, com preços que vão de R$ 5 mil a R$ 12 mil, totalizando R$ 53 mil.

Caso não haja comprador para os bens pelo preço mínimo, um novo leilão já foi marcado para o próximo dia 13. Aí sairá tudo pela melhor oferta, desde que o lance não seja inferior a 80% do valor proposto.