Mais de 2 mil pessoas são beneficiadas pelo Minha Casa Minha Vida no município de Rosário

A entrega de 500 novas residências do Programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV) vai beneficiar cerca de 2 mil pessoas no município de Rosário. Nesta sexta-feira (06), na cerimônia de inauguração do Residencial Antonina Moraes 1, o ministro de Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, destacou os esforços do governo para manter as construções em todo o Brasil e reafirmou a atenção com a região Nordeste.

“O MDR já investiu mais de R$ 6 bilhões neste ano, e 45% de todo o investimento do Ministério foi no Nordeste – uma demonstração concreta do nosso compromisso com a região. Aqui está parte do resultado: casas construídas e novos lares para cerca de duas mil pessoas. Estamos investindo no futuro dessas famílias”, afirmou o ministro.

De acordo com Gustavo Canuto, apesar do cenário fiscal do País, os ministérios do Desenvolvimento Regional (MDR), da Economia (ME) e a Casa Civil têm trabalhado em conjunto, desde o início do ano, para garantir a regularização dos pagamentos ao Programa.

Em 2019, o MDR liberou R$ 2,7 bilhões para o MCMV. Os investimentos têm garantido a conclusão de empreendimentos neste ano. No residencial entregue nesta sexta-feira (6), no Maranhão, mais de R$ 1,5 milhão foi investido desde o mês de janeiro. Ao todo, o Governo Federal já entregou à população mais de 242 mil moradias em todo o Brasil – média superior a 1.500 casas por dia.

Resultado de imagem para canuto em rosarioGustavo Canuto com Edilson Baldez (presidente da Fiema), a prefeita Irlahy Moraes e o senador Roberto Rocha

As residências têm área de 44,95 m² e são avaliadas em R$ 60,5 mil cada. O empreendimento dispõe de pavimentação, drenagem de água pluviais, iluminação pública, rede de energia, urbanização, além de sistemas de água e esgoto. O volume total de investimentos do Governo Federal soma R$ 30,2 milhões.

Recursos – Na última quinta-feira (05), o Ministério do Desenvolvimento Regional repassou R$ 443 milhões para o MCMV. A expectativa é que até a próxima semana sejam liberados mais R$ 100 milhões. Para a Faixa 1 do MCMV foram destinados R$ 366,1 milhões com recursos do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR). De recursos relativos ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), o montante chega a R$ 19,8 milhões.

Na Faixa 1 Modalidade Rural, voltada aos agricultores familiares, trabalhadores rurais ou de comunidades tradicionais como quilombolas, extrativistas, pescadores artesanais, ribeirinhos e indígenas, foram disponibilizados R$ 20,8 milhões.

Para o MCMV Entidades, destinado às famílias organizadas por meio de cooperativas habitacionais, associações e demais entidades privadas sem fins lucrativos, o repasse foi de R$ 20,3 milhões. Do Fundo Nacional de Habitação de Interesse Social (FNIS) serão investidos R$ 7 milhões.

Fonte: maranhaohoje.com/mais-de-2-mil-pessoas-sao-beneficiadas-pelo-minha-casa-minha-vida-em-rosario