Guerra fria entre Bolsonaro e Moro chega ao sindicalismo policial

Nessa briga para tirar Maurício Valeixo do comando da Polícia Federal, Jair Bolsonaro virou piada em alguns setores da corporação.

É que, para mostrar que tem respaldo entre os policiais, o presidente compartilhou nas redes um ofício da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef) encaminhado a Flávio. A entidade, que reúne agentes, escrivães e papiloscopistas, vive em guerra contra os delegados da PF.

Contra o seu discurso antipetista, dizem os federais, Bolsonaro acabou caindo na conversa dos sindicalistas que sempre atuaram publicamente como satélites de Lula e Dilma Rousseff dentro da instituição.

“Agradeço o ofício da Federação Nacional dos Policiais Federais (FENAPEF), encaminhado ao senador Flávio Bolsonaro, na qual reiteram confiança e autoridade ao presidente da República na escolha do diretor-geral, bem como refutam supostas interferências externas no âmbito da PF”, escreveu Bolsonaro.

Como se vê, a guerra fria entre Bolsonaro e Sergio Moro chegou ao meio sindical.

Fonte: veja.abril.com.br/blog/radar/guerra-fria-entre-bolsonaro-e-moro-chega-ao-sindicalismo-policial