Gilmar solta Flávio Bolsonaro antes de ele ser preso

O ministro Gilmar Mendes se aperfeiçoou na técnica e agora está soltando o acusado antes mesmo de ele ser preso. Em Brasília, já estão sendo vistos nos postes cartazes com a inscrição “Solto a pessoa amada em sete dias”. Corre à boca pequena que Janot só não matou Gilmar porque depois não haveria quem o soltasse.

O ministro vai enveredar pelo empreendedorismo. Até o fim do ano chegará às lojas o iogurte do Gilmar, que solta mais que leite de magnésia com óleo de rícino. Em homenagem ao ministro, Minas Gerais vai mudar sua bandeira para “Libertas que será Gilmar”. A oposição reclamou, mas pediu para Gilmar soltar Lula.

Publicado em VEJA de 6 de outubro de 2019, edição nº 2655

Fonte: veja.abril.com.br/blog/sensacionalista/gilmar-solta-flavio-bolsonaro-antes-de-ele-ser-preso