Square compra fintech de crediário digital no estilo da Casas Bahia por US$ 29 bilhões – BizNews Brasil :: Notícias de Fusões e Aquisições de empresas

A americana Square comprou a australiana Afterpay, que oferece crédito parcelado sem juros e tem atingido principalmente os consumidores mais jovens. Esse é um mercado em que até a Apple está de olhoA americana Square comprou a australiana Afterpay, que oferece crédito parcelado sem juros e tem atingido principalmente os consumidores mais jovens. Esse é um mercado em que até a Apple está de olho

Uma nova geração de consumidores tem surgido nos Estados Unidos e eles estão menos inclinados ao uso do cartão de crédito tradicional, especialmente aqueles que foram atingidos pela crise econômica causada pela pandemia, que fechou empregos de serviços em geral destinados aos mais jovens.

De olho nesse público, a Square, empresa americana de pagamentos que vale US$ 123,7 bilhões, anunciou nesta segunda-feira, 2 de agosto, a aquisição de uma fintech australiana chamada Afterpay, que oferece crédito em até quatro parcelas sem juros e só cobra taxa caso algum pagamento não seja feito.

A aquisição foi avaliada em US$ 29 bilhões e será feita por meio da cessão de ações da Square para a Afterpay. A expectativa é que o negócio seja fechado no primeiro trimestre do ano que vem. Os 16 milhões de clientes da fintech australiana poderão fazer pagamentos através do Cash App, aplicativo da Square.

Pelo acordo, os acionistas da Afterpay receberão 0,375 ações Classe A da Square para cada ação de sua propriedade. Isso significa 126,21 dólares australianos por ação (aproximadamente 93 dólares americanos) com base no fechamento da Square na sexta-feira (30 de julho).

O crédito parcelado para consumo, uma prática já enraizada no Brasil por diversos varejistas e que ganhou corpo no passado com o “bom e velho” carnê da Casas Bahia, existe há décadas nos EUA, mas é mais comum para aquisições mais caras. O esforço de vários competidores do setor financeiro, em especial fintechs, tem sido oferecer empréstimos em parcelas para compras online na casa das poucas centenas de dólares.

“Construímos nosso negócio para tornar o sistema financeiro mais justo, acessível e inclusivo, e a Afterpay construiu uma marca confiável alinhada com esses princípios”, disse, em comunicado, o CEO da Square, Jack Dorsey, que é também CEO do Twitter. “Juntos, podemos conectar melhor nossos ecossistemas para oferecer produtos e serviços ainda mais atraentes para comerciantes e consumidores, colocando o poder de volta em suas mãos.”

A maior parte do faturamento da Afterpay vem de comerciantes de varejo, que pagam uma porcentagem do valor de cada pedido feito pelos clientes, além de uma taxa fixa. O crédito parcelado sem juros tem atraído principalmente os consumidores mais jovens, que querem evitar os juros do cartão de crédito nas compras online e físicas.

A Afterpay foi fundada em 2014 por Nick Molnar e é hoje a maior empresa de tecnologia da Austrália em valor de mercado, avaliada em US$ 24,6 bilhões. “Ter a oportunidade de adicionar ao nosso portfólio milhões de vendedores da Square, bem como 70 milhões de consumidores ativos do Cash, é incrivelmente empolgante”, disse Molnar ao jornal The Wall Street Journal.

A área de crediário digital, conhecida internacionalmente como “buy now, pay later”, está ganhando corpo ao redor do mundo. A startup mais valiosa da Europa, a sueca Klarna, avaliada em US$ 45 bilhões, atua também fornecendo crédito para os consumidores. Em junho, ela captou US$ 639 milhões em rodada liderada pelo Softbank.

Em meados de julho, a Apple anunciou planos de atuar nessa área com um serviço que vai permitir que os usuários possam parcelar suas compras via o Apple Pay em parceria com o Goldman Sachs.

Fonte: Neofeed

Fonte: www.biznews.com.br/square-compra-fintech-de-crediario-digital-no-estilo-da-casas-bahia-por-us-29-bilhoes