Sindilojas critica adiamento da reabertura do comércio para o dia 20

O Sindicato dos Lojistas do Comércio do Estado do Piauí (Sindilojas/PI) avalia com preocupação o adiamento da segunda etapa de reabertura do comércio de Teresina. Previsto inicialmente para o dia 13, a data mudou para 20 de julho. Na última quarta (09), o prefeito Firmino Filho se pronunciou sobre o assunto afirmando que a decisão foi tomada devido o desrespeito ao decreto de isolamento social na região do Centro da cidade.

Tertulino Passos, presidente do Sindilojas/PI, destaca que a categoria foi surpreendida com essa notícia, pois todo o planejamento de retorno estava voltado para a próxima semana. De acordo com o gestor, os lojistas estão preparados e a movimentação no Centro não tem nenhuma relação com o funcionamento das lojas.

“Foi uma surpresa, ninguém esperava que o município não fosse cumprir o prazo definido inicialmente, pois a movimentação no centro da cidade, no início dessa semana, foi devido ao recebimento de benefícios sociais, das pessoas irem ao banco. Não foi abertura de estabelecimentos comerciais, que a gente sabe que estão todos fechados. Isso é muito preocupante em relação ao próximo calendário. Ninguém tem certeza se vai ser cumprido,” disse o presidente.

Tertulino reforça ainda as medidas adotadas pelo Sindilojas para orientar os lojistas e consumidores nesse processo de retorno das atividades comerciais. “Todos os protocolos, estabelecidos pelo Sindilojas e pelas autoridades sanitárias, já foram orientados e revistos por cada lojista, principalmente com relação ao distanciamento social e uso de equipamentos de proteção. Todos esses cuidados já foram tomados. Inclusive até a disponibilização de cartilhas de orientação. Então está tudo pronto para a reabertura do comércio”, finalizou.

Foto: Marcelo Cardoso/GP1

Coronavírus em Tempo Real