Para caminhoneiros, voucher não atende a categoria e mostra que "governo está sem rumo” – Hora do Povo

Foto: Agência Brasil

O presidente da Associação Brasileira dos Condutores de Veículos Automotores (Abrava), Walace Landim (Chorão) criticou a chamada PEC do Desespero” do governo, que cria um “voucher caminhoneiro” sem que se enfrente o problema da alta dos combustíveis.

Para Walace, a medida não satisfaz à categoria e é claramente eleitoreira. “Essa PEC só prova que o governo está totalmente sem rumo, descontrolado. A proposta pode até ajudar a alguns segmentos do transporte como os motoristas de aplicativos, taxistas e transporte escolar, por exemplo. Para o rodoviário, não atende. O motorista do meu caminhão abasteceu 700 litros de diesel ontem e deu R$ 5.406. Então, como é que R$ 1.000 vai ajudar? Ele me mandou até um vídeo debochando”, declarou Wallace ao Congresso em Foco. 

Ele criticou também a falta de transparência do governo em relação aos estoques de combustíveis e a não fiscalização da tabela de fretes.

“A gente pede transparência quanto a um possível desabastecimento de diesel no país e os aumentos frequentes. Mas a única coisa que a gente tem transparência nesse governo é o quanto a Petrobrás tem de lucro e o quanto paga de dividendos aos acionistas”, disse.      

O líder da categoria ressalta que a paciência dos caminhoneiros já chegou ao fim e que não descarta paralisação. “Eu estou trabalhando para uma organização de todos os segmentos de toda a sociedade porque a gente precisa fazer alguma coisa. Não descartamos a paralisação dos caminhoneiros, mas não vou avisar a data. Toda vez que antecipamos eu recebo uma enxurrada de liminares antes do ato, com multas pesadas”, relatou.

Fonte: horadopovo.com.br/para-caminhoneiros-voucher-nao-atende-a-categoria-e-mostra-que-governo-esta-sem-rumo