Motoristas e cobradores do DF fazem greve por vacinação da categoria

Foto: Reprodução/TV Globo

Os motoristas e cobradores de ônibus do Distrito Federal (DF) paralisaram 100% das suas atividades nesta segunda-feira (3) reivindicando a vacinação da categoria contra a Covid-19. De acordo com o Sindicato dos Rodoviários do DF (Sinttrater), o serviço será interrompido por 24 horas.

“O que dizer dos trabalhadores do transporte coletivo que, embora trabalhando em espaço apertado, por longo período diário, considerados categoria essencial, ou seja, atividade que não pode parar, em contato permanente com infectados que buscam atendimento médico, ou que são assintomáticos, terem recebido classificação em 22ª posição?”, questiona a categoria.

Em nota, a Secretaria de Saúde (Ses/DF) disse “reconhecer a importância da vacinação dos rodoviários” e que “segue ampliando os grupos prioritários de vacinação contra a Covid-19 dentro das possibilidades”. “A pasta seguirá trabalhando para que os grupos de maior risco e os setores estratégicos da sociedade sejam imunizados o mais rápido possível, mas depende da produção e do envio de novas doses de vacina”, afirmou a Ses/DF.

A categoria reivindica que os rodoviários sejam vacinados juntamente com os agentes da segurança e os professores. No início de abril, além de paralisação, os rodoviários ainda fizeram uma carreata no Eixo Monumental até o Ministério da Saúde para cobrar agilidade na aquisição e distribuição de imunizantes pela pasta.

Segundo o governo distrital, com a chegada das próximas remessas de doses, a intenção é ampliar a imunização para idosos até 60 anos. O DF aguarda a entrega de novas remessas de imunizantes pelo Ministério da Saúde.

Greve dos Metroviários

A paralisação ocorre em meio à greve dos metroviários, que estão parados desde a semana passada. Os metroviários iniciaram a greve no dia 19 de abril contra o corte do auxílio-alimentação, de R$ 1,2 mil. Os servidores também reclamam de “descumprimentos judiciais, como os descontos ilegais da greve de 2019 que, até hoje, não foram devolvidos”.

Por uma decisão do Tribunal Superior do Trabalho, 80% das composições estão em circulação nos horários considerados de pico.

Fonte: horadopovo.com.br/motoristas-e-cobradores-do-df-fazem-greve-por-vacinacao-da-categoria