Lojas Americanas cria “duto” de comércio com a China e promete entregas em 11 dias – Hora do Povo

Empresa pretende concorrer com serviços de importação de produtos – Foto: Divulgação

As Lojas Americanas anunciaram a ampliação de sua operação entre Brasil e China e pretendem reduzir de 21 para 11 dias o prazo máximo de entrega de produtos vindos do país asiático.

O grupo passará a contar com cinco voos semanais diretos de Hong Kong com destino ao Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo. Até agora, as Americanas operavam com dois voos semanais vindos da ilha chinesa. A mudança passa a valer já a partir desta semana.

Para ampliar a conexão do Brasil com os chineses, as Americanas fretaram voos cargueiros internacionais. Além disso, a empresa também vai operacionalizar a logística passando a fornecer o rastreio das encomendas do pedido até a entrega.

A venda de produtos chineses, e de outros lugares do mundo, pela Americanas faz parte do Americanas Mundo e foi lançada em 2019, voltada para vendas on-line, e já no ano passado apresentou um crescimento de 170% no volume bruto de mercadoria.

A iniciativa também reduz as escalas da rota, criando um “duto internacional expresso” para os produtos, informou a empresa.

Marcelo Nunes, diretor financeiro da plataforma digital da Americanas, afirma que a diminuição no prazo das entregas é uma maneira de tornar ainda mais popular o canal de vendas de produtos internacionais da empresa.

“A entrega é uma parte fundamental da experiência de compra, e o prazo para recebimento é um fator relevante para a decisão do cliente. Nosso foco está em aprimorar a jornada de compra de produtos internacionais na plataforma e reduzir ainda mais o prazo de entrega, que já caiu pela metade desde o início do ano, afirmou.

Já no primeiro trimestre deste ano, a frente da Americanas que atua junto a China apresentou crescimento de mais de 100% em relação ao mesmo trimestre de 2020. A frente de negócios foi responsável pelos itens mais vendidos nas categorias de áudio, brinquedos, wearables (smartwatches, smartbands e óculos de realidade virtual) de janeiro a março deste ano.

Os produtos da China são muito consumidos aqui no Brasil e se tornaram bastante populares especialmente com a chegada de aplicativos que como Aliexpress, Shopee e Wish, que facilitaram e viabilizaram o aumento do consumo de produtos importados asiáticos, não apenas da China, mas também de países da região como Singapura e Indonésia.

Com a mudança na estratégia, a Americanas tornou-se a primeira empresa brasileira a realizar este tipo de vendas, se posicionando como forte concorrente dessas empresas no Brasil.

Fonte: horadopovo.com.br/lojas-americanas-cria-duto-de-comercio-com-a-china-e-promete-entregas-em-11-dias