Jazz Tech compra Enconta para antecipar renda a autônomos – BizNews Brasil :: Notícias de Fusões e Aquisições de empresas

Fintech amplia leque de clientes, adicionando companhias como Parafuzo e Box Delivery ao portfólio de parceiros

Na trilha de consolidação de serviços e produtos de startups, a plataforma white label de serviços bancários (BaaS) Jazz Tech acaba de comprar a fintech Enconta. Com a aquisição, a companhia que fazia antecipação de salários para clientes com equipe CLT passa a poder fazer o mesmo para profissionais autônomos, uma viabilização da tecnologia da Enconta.

“Com o histórico de quanto um profissional produz em plataformas como Parafuzo e Box Delivery, que são clientes da Enconta, a gente consegue sugerir um limite de crédito que a pessoa pode tomar. É diferente do nosso produto até então, já que o salário mensal é bastante previsível”, explica José Roberto Kracochansky, fundador e CEO da Jazz Tech.

Com o acordo, a empresa de Kracochansky incorpora de imediato o portfólio e a tecnologia da Enconta. A ferramenta também permite aos usuários parcelarem seus descontos nos recebíveis.

O valor da transação não foi revelado, mas o universo da Enconta, que opera há pouco mais de três anos, transaciona mais de R$ 1 bilhão com os mais de 300 mil profissionais autônomos atendidos por seus clientes, que são majoritariamente pessoas sem acesso a crédito – uma oportunidade para a Jazz.

A Jazz ajuda companhias como a Stuo — desde quando era apenas Wappa — a disponibilizar contas digitais aos taxistas que fazem parte da base. Na companhia de audiolivros Ubook, fornece a plataforma tecnológica para a conta digital em que os leitores ganham bonificações.

São 70 companhias utilizando esse modelo de banking as a service da casa. A Jazz fica com o rebate da receita gerada a partir das transações feitas pela sua plataforma. Fundada em 2020, a companhia foi construída de forma integrada ao core bancário do Banco Arbi, um de seus acionistas.

Kracochansky foi gestor na Rio Bravo e já tinha fundado, em 2004, a Unik – vendida em 2015 para a americana WEX. Na transação, tornou-se CEO para a operação na América Latina.

Fonte: Pipeline Valor

Fonte: www.biznews.com.br/jazz-tech-compra-enconta-para-antecipar-renda-a-autonomos