Essa empreendedora mudou radicalmente o jeito de comprar joias – BizNews Brasil :: Notícias de Fusões e Aquisições de empresas

Madeline Fraser resolveu empreender criando uma joalheria online em que se pode criar e experimentar antes da compra, a Gemist

Com o mercado global de joias projetado para atingir US$ 340  bilhões R$ 1,7 trilhão) até 2025, 18% a 21% dessas vendas devem ser feitas online. A ascensão das compras online desse produto se deve em grande parte à mudança no comportamento do consumidor liderada pelos millennials e pela geração Z especificamente para anéis de noivado. 

Mas o maior obstáculo que o setor enfrenta é realmente entregar o que o cliente deseja sem que ele veja ou pegue os produtos com as mãos, fazendo com que as taxas de devolução sejam mais altas que a média. A Gemist tem como objetivo tornar o processo mais simples, quer você esteja comprando um anel de noivado ou brincos de design criando  o botão “experimente”.

A CEO e fundadora da Gemist, Madeline Fraser, resolveu empreender a partir de sua frustração quando procurou, sem sucesso, um anel de noivado personalizado. “Antes de começar, eu estava procurando meu anel de noivado, mas queria algo personalizado. Sendo uma consumidora digital e fundadora de start-up, comprar online foi meu primeiro instinto. Quando percebi que isso não estava acontecendo na joalheria, eu sabia que tinha que mergulhar fundo. A oportunidade era grande demais para deixar passar”, explicou Fraser.

Adicionar uma prova à experiência de comprar joias personalizadas online tem sido um diferencial importante para a Gemist. O cliente pode projetar e personalizar sua peça e, em seguida, receber uma caixa para experimentar e decidir o que comprar. “Fomos os primeiros a liderar esse tipo de experiência com algo importante em mente:  garantir que o consumidor seja capaz de projetar as peças que vai comprar”, compartilhou Fraser. “Ao adicionar design ao fluxo, damos ao consumidor a experiência de levar algo que ele realmente quer, não apenas o que está disponível. A combinação de design e experimentação é nosso valor agregado e não está disponível em nenhum outro lugar.”

Fraser quer ocupar um papel importante na mudança da indústria de joias para o foco digital com uma experiência de prova que pode ajudar a preencher essa lacuna no setor. “Sabemos que 85% dos consumidores de hoje esperam personalização e 71% querem experimentar antes de comprar. É comum em outras indústrias, como moda e óculos, por isso faz todo o sentido quando se trata de transformar essas experiências em joias. Foi necessário alguém com uma perspectiva e experiência diferentes (no meu caso, tecnologia de consumo) para começar a mudar a indústria para uma direção mais focada no digital.”

Este modelo reduziu sua taxa de devolução para menos de 2% versus 30,7% da média nacional do setor e também obteve um valor médio de pedido 2,5x maior quando os consumidores se envolvem na experiência de prova. Um dos maiores sucessos da Gemist é ajudar os noivos a encontrar o anel perfeito. Hoje, 70% dos casais hoje projetaram seus anéis de noivado juntos em algum nível, em vez de ser uma surpresa total.

Frequentemente, o parceiro que está propondo traz seu par para ajudar no design e na personalização, mas continua o processo sozinho com a Gemist para manter alguma uma surpresa em torno da história. Outra tendência inesperada que surgiu do modelo de negócios é uma proposta de teste. Ao ouvir seus usuários, a Gemist criou a “Experiência da Proposta”, onde quem vai propor em casamento pede uma caixa com três opções, propõe com uma e, em seguida, o casal consegue fazer seu anel perfeito juntos. 

Quanto ao futuro da Gemist, Fraser quer continuar a construir um novo tipo de experiência do usuário por meio da tecnologia. Não apenas para os consumidores, mas também para as marcas de joias. “Continuaremos a expandir nossas ofertas de produtos, lançar parcerias interessantes com designers para habilitar essa funcionalidade exclusiva em seus sites e criar experiências digitais ainda mais avançadas.”

Fonte: Forbes

Fonte: www.biznews.com.br/essa-empreendedora-mudou-radicalmente-o-jeito-de-comprar-joias