Bolsonaro chega de surpresa em despedida de Toffoli

O presidente Jair Bolsonaro fez uma visita surpresa à sessão de despedida do presidente do STF, Dias Toffoli, nesta quarta-feira, 9. Para quem em maio soltou um “acabou, porra” em referência às diligências da PF autorizadas pelo ministro Alexandre de Moraes contra ativistas bolsonaristas, para não citar outros ataques ao Tribunal, o Bolsonaro de hoje parecia outro sentado na cadeira ao lado de Toffoli. Durante sua fala, o chefe do Planalto classificou a Suprema Corte de “verdadeiro santuário” da Justiça.

Afirmou que o ministro Luiz Fux, que toma posse como presidente da Corte na quinta-feira, 10, poderá contar com o apoio do governo. “Dizer ao prezado ministro Fux, ao qual tive a honra de receber o convite (para a posse) há poucos dias, se Deus quiser estarei aqui amanhã (hoje), torcendo e levando em minhas orações que Vossa Excelência conduza essa Casa da mesma forma que os teus antecessores. Tenho certeza disso”, disse.

“Pode contar com o apoio do governo federal, se precisar de nós estamos à disposição. Assim como Vossa Excelência falou que o que eu precisar do STF, assim como tive com Dias Toffoli, terei também com Vossa Excelência”, acrescentou.

Foi Toffoli quem, após um pedido da defesa do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), suspendeu em julho do ano passado todos os processos judiciais que tramitavam no País onde havia compartilhamento de dados da Receita Federal, do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) e do Banco Central com o Ministério Público sem uma prévia autorização judicial, ou que foram instaurados sem a supervisão da Justiça.

Fonte: brpolitico.com.br/noticias/bolsonaro-chega-de-surpresa-em-despedida-de-toffoli

Coronavírus em Tempo Real