BA: Justiça pede prisão preventiva de homem que espancou mulher em Ilhéus

Foto: Reprodução

A 2ª Vara Criminal de Ilhéus determinou a prisão preventiva de Carlos Samuel Costa Filho, 33 anos, por agredir com socos uma mulher, no bairro Nelson Costa, no município de Ilhéus, região sul do estado da Bahia. A prisão, na quinta-feira (15), ocorreu a pedido do Ministério Público (MP) da Bahia.

Segundo informações da Polícia Civil, a agressão foi no mês de junho, mas a filmagem viralizou na internet na última quarta-feira (14).

As imagens mostram uma mulher encurralada em um carro enquanto o homem a intimida. A moça pede por várias vezes para ele ir embora, mas ao final o homem desfere uma sequência de socos no rosto dela. Ela cai e ele vai embora caminhando.

De acordo com o MP-BA, o pedido da prisão se fundamentou “na necessidade de resguardar a ordem pública, considerando-se a gravidade da conduta concreta (exacerbada violência empregada) e a condição reincidente do autor do fato”.

Ainda segundo o órgão, em 2015, Carlos Samuel foi denunciado por violência doméstica, ameaça e cárcere privado contra uma ex-namorada quando foi condenado, em primeira instância, a um ano e quatro meses de prisão, mas recorreu da decisão judicial. Entretanto, a Justiça manteve o crime de cárcere privado, em decisão dada Tribunal de Justiça da Bahia, no mês de agosto e reconheceu a prescrição dos crimes de violência doméstica e ameaça.

Informações da Polícia Civil dizem ainda que, em 2015, Carlos foi preso em flagrante por agredir a mãe, tendo sido liberado em seguida pela Justiça. No total ele tem 11 registros na polícia por violência doméstica praticada contra ex-namoradas e mulheres de sua própria família.

Em depoimento à polícia, a mulher agredida nas imagens, confirmou que o relacionamento era conturbado, que ocorriam agressões, e que voltou a ser agredida por Carlos Samuel após o dia em que o vídeo foi gravado. Ela também relatou que o relacionamento acabou e confirmou o período em que eles viveram juntos. Ela mora na cidade de Uruçuca, a cerca de 42 km de Ilhéus.

Depoimento do agressor

Na quinta-feira (15), Carlos compareceu à delegacia acompanhado de um advogado e, em depoimento de cerca de 4 horas, contou que o caso aconteceu no dia 20 de junho, que ele e a mulher tinham um relacionamento há seis meses e moravam juntos.

Disse ainda em nota, na quinta-feira, antes do depoimento, que é “um jovem trabalhador” e que não tem “envolvimento com algum tipo de prática criminosa”. Carlos Samuel escreveu também que está arrependido do que fez, e que vai “sofrer as reprimendas judiciais conforme se prevê a lei”.

Disse que ele e a vítima mantinham uma “relação muito conturbada, eivada de inúmeros casos de ciúme doentio, diversas agressões físicas e morais”. Ele escreveu ainda que, no dia em que deu nove socos no rosto da vítima, estava bêbado, voltando de uma festa, e que as agressões aconteceram porque ele “perdeu a cabeça”.

Fonte: horadopovo.com.br/ba-justica-pede-prisao-preventiva-de-homem-que-espancou-mulher-em-ilheus

Coronavírus em Tempo Real