VÍDEO: estudantes do Instituto Federal de Brasília protestam contra bloqueio de verbas feito pelo MEC

Ato foi feito em frente ao Campus da Asa Norte. Manifestação interditou parcialmente trânsito; PMDF acompanhou e não houve incidentes. Estudantes do IFB fazem protesto contra bloqueio de verbas feito pelo MEC
Estudantes do Instituto Federal de Brasília (IFB) fizeram um protesto, na tarde desta quinta-feira (6), contra o bloqueio de verbas na educação realizado pelo Ministério da Educação (MEC). O ato foi no Campus da Asa Norte.
Compartilhe no WhatsApp
Compartilhe no Telegram
A manifestação começou por volta das 14h e terminou no final da tarde. Os estudantes chegaram a interditar parcialmente o trânsito em frente ao instituto, que fica na quadra 610 Norte. A Polícia Militar acompanhou o protesto que não teve incidentes.
Os manifestantes exibiram faixas com frases como “Em defesa dos institutos federais”. Eles também gritaram palavras de ordem contra o governo do presidente Jair Bolsonaro (PL).
“Esse ato foi uma mobilização dos estudantes do IFB de vários campus contra o corte no orçamento da educação desse desgoverno que sucateia todos os dias nossa educação”, diz a estudante Tainá Santos.
Estudantes do IFB protestam contra bloqueio de verbas feito pelo MEC
Reprodução/TV Globo
O IFB disse que o bloqueio no orçamento foi percebido nesta quarta-feira (5). Ao todo, o governo federal bloqueou R$ 1 bilhão, especificamente R$ 328 milhões do ensino superior.
O MEC afirma que a medida é reflexo de uma ordem do Ministério da Economia, divulgada no fim de setembro, e que os valores serão desbloqueados em dezembro (veja mais abaixo).
LEIA TAMBÉM:
CONTIGENCIAMENTO: IFB diz que bloqueio de verbas feito pelo MEC corresponde a orçamento anual inteiro de um campus
CORTES: após bloqueio no MEC, reitores de universidades dizem que terão de ‘cortar no osso’: limpeza, restaurante, luz, água e bolsas estudantis
Reflexos do contingenciamento
Campus Brasília do Instituto Federal de Brasília
IFB/Divulga~çao
O IFB informou, nesta quinta, que o bloqueio de 5,8% no orçamento, feito pelo MEC corresponde ao orçamento anual inteiro de um dos dez campi da instituição. O Instituto Federal de Brasília aponta que, se o contingenciamento de R$ 2,1 milhões for mantido, terá que reduzir as equipes de vigilância e limpeza.
“Os maiores prejudicados por este desinvestimento na educação pública são os estudantes e os trabalhadores terceirizados. Com o corte e mais o bloqueio, o IFB será obrigado a reduzir ainda mais a assistência estudantil, as visitas técnicas, a compra de insumos e, se o orçamento não for recomposto, em breve, é provável que tenhamos que reduzir o quadro de pessoal nas áreas de vigilância e limpeza, que possuem contratos reajustados pela inflação”, diz em nota.
Segundo o IFB, em junho deste ano, já havia ocorrido o bloqueio de R$ 2,9 milhões do orçamento.
“Importante destacar que, desde 2015, o orçamento dos institutos federais tem decrescido, mesmo com um maior número de matrículas”, diz a nota do IFB.
“Não conseguimos compreender a matemática de termos arrecadação recorde no País e ao mesmo tempo receber notícias de cortes e bloqueios de recursos para educação da população brasileira. Nenhuma nação do mundo se tornou independente sem investimentos em educação, ciência e tecnologia”, afirma a reitora Luciana Massukado.
O que diz o MEC?
Em nota, o Ministério da Educação informou que se adequou ao bloqueio, em conformidade com o decreto do governo. A pasta disse ainda que, em dezembro, os valores serão desbloqueados.
“O MEC realizou os estornos necessários nos limites de modo a atender ao Decreto, que corresponde a 5,8% das despesas discricionárias de cada unidade. Segundo informações do Ministério da Economia, consoante ao que também determina o próprio decreto, informamos que os limites serão restabelecidos em dezembro”, disse o Ministério da Educação.
Leia mais notícias sobre a região no g1 DF.

Fonte: https://g1.globo.com/df/distrito-federal/noticia/2022/10/06/video-estudantes-do-instituto-federal-de-brasilia-protestam-contra-bloqueio-de-verbas-feito-pelo-mec.ghtml