Trabalho escravo: PF cumpre sete mandados de busca e apreensão

Foto: Divulgação/Polícia Federal

Em nova operação para aprofundar as investigações e coletar elementos de prova sobre a investigação que resgatou 207 vítimas submetidas à condição análoga a de escravo na Serra Gaúcha, a Polícia Federal está nas ruas, na manhã desta sexta-feira (17), com a Operação Descaro. 

Na ação de hoje, os policiais federais cumprem sete mandados de busca e apreensão: seis deles nas cidades de Bento Gonçalves e um em Garibaldi. Até o fechamento desta reportagem, foram identificadas seis pessoas envolvidas, que são alvos das medidas judiciais executadas na manhã de hoje e, possivelmente, integrem uma organização criminosa voltada à prática do crime de submissão ao trabalho escravo.

Histórico

As investigações revelaram que os trabalhadores eram recrutados em outros estados, principalmente na Bahia, por uma empresa prestadora de serviços de apoio administrativo. Os relatos indicam que as vítimas resgatadas estavam sem receber salários, contraiam dívidas com juros abusivos e tinham a sua liberdade de locomoção restringida, além de sofrerem agressões físicas.

Fonte:https://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2023-03/trabalho-escravo-pf-cumpre-sete-mandados-de-busca-e-apreensao