OAB-PI pede afastamento de policial que ameaçou advogado em Pedro II

Nessa quinta-feira, 25 de fevereiro, a Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Piauí (OAB-PI) representou, administrativa e criminalmente, contra o policial civil suspeito de ameaçar o advogado Hartônio Bandeira com uma arma de fogo na Delegacia de Polícia Civil (DPC) de Pedro II. A OAB-PI solicitou ao delegado-geral Luccy Keiko o afastamento do policial até que as investigações sobre o caso sejam concluídas.

De acordo com informações da OAB-PI, na última quarta-feira (24), Hartônio Bandeira se dirigiu à delegacia para acompanhar um inquérito em andamento de um cliente. Contudo, ele teve acesso negado, desrespeitando o artigo 7º, da Lei nº 8.906/94 – Estatuto da OAB.

Na oportunidade, o policial sacou sua arma e ameaçou o advogado, violando o direito fundamental de assistência jurídica provida por advogado legalmente habilitado, bem como violando as prerrogativas profissionais da advocacia.

“Por conta deste fato, solicitamos providências junto ao Delegado Geral, Luccy Keiko, para o afastamento imediato do policial que feriu as prerrogativas da Advocacia na cidade de Pedro II, até que sejam concluídas as investigações e apurações do ocorrido”, afirmou o presidente da OAB-PI, Celso Barros.

Para o presidente da Comissão de Defesa das Prerrogativas dos Advogados, Marcus Nogueira, a OAB-PI está dando uma resposta para os advogados piauienses.

“Toda e qualquer autoridade, seja ela judiciária ou policial, que desrespeitar as prerrogativas da advocacia, nós estaremos aqui, firmes e fortes, mostrando o peso que a instituição OAB tem. Não permitiremos que condutas desta natureza voltem a acontecer e, por isso, já estamos tomando as providências pertinentes”, comentou.

Fonte: www.viagora.com.br/noticias/oab-pi-pede-afastamento-de-policial-que-ameacou-advogado-em-pedro-ii-86901.html