Cruzeiro x Atlético-MG: o clássico desta quinta na Copa do Brasil

Cinco anos após decidirem o título da Copa do Brasil, os rivais Cruzeiro e Atlético Mineiro voltam a se enfrentar pela competição mata-mata nesta quinta-feira, no Mineirão, pelo confronto de ida das quartas de final, a partir das 20h. Dessa vez, porém, a vitória não vale a taça, o que não torna o o duelo menos importante. Afinal, para um dos lados está em jogo a tentativa de minimizar uma crise. No outro, a busca é pela afirmação na temporada.

Embora tenha levado o título estadual no último clássico, o Cruzeiro é o time pressionado do duelo. O clube passa por crise administrativa, sendo alvo de investigações por supostas irregularidades cometidas pelos seus dirigentes, a ponto do vice-presidente de futebol Itair Machado ter sido afastado na última quarta-feira pela Justiça. Para piorar, os salários do elenco estão atrasados e a equipe se encontra na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

Apesar da crise, a Raposa confia no apoio vindo das arquibancadas. Membros de uma torcida organizada foram ao centro de treinamento do clube manifestar apoio na véspera do clássico. A expectativa é de que o Mineirão receba mais de 50.000 torcedores nesta quinta-feira. “Estamos, pelo menos os cruzeirenses, todos unidos. A equipe precisa desse carinho, dessa força”, disse o técnico Mano Menezes.

Do lado atleticano, não há esse clima de pressão, mas a necessidade de afirmação. O time faz uma temporada irregular – perdeu a final do Campeonato Mineiro e caiu na fase de grupos da Copa Libertadores. Já está em seu segundo técnico em 2019. Inicialmente interino, Rodrigo Santana foi efetivado durante a intertemporada.

O treinador decidiu apostar no que deu certo até a Copa América – até a pausa do Brasileirão, o Galo estava em quinto lugar. A única novidade para a partida será a entrada do volante José Welison na vaga de Adílson, liberado para solucionar problemas particulares. “É um jogo a parte. Belo Horizonte para pra assistir”, definiu o meia Otero, recém repatriado pelo Atlético-MG.

Em 2014, os atleticanos se deram melhor na final da Copa do Brasil, conquistando o seu único título. Vitórias por 2 a 0 e 1 a 0. Depois disso, os times duelaram em outros quatro mata-matas, todos pelo Campeonato Mineiro: os atleticanos triunfaram em 2015 e 2017 e os cruzeirenses ganharam os confrontos em 2018 e neste ano.

(Com Estadão Conteúdo)

Fonte: veja.abril.com.br/placar/cruzeiro-x-atletico-mg-o-classico-desta-quinta-na-copa-do-brasil