Concurso Panambi – RS: Provas objetivas têm nova data de aplicação!

A Prefeitura de Panambi, no estado do Rio Grande do Sul, divulgou a retomada do concurso público nº 01/2020 que irá formar cadastro reserva para Professores de diferentes áreas. São oportunidades para profissionais de níveis médio (magistério) e superior. O concurso Panambi – RS será executado pela FUNDATEC.

A retificação divulga novo cronograma do concurso público. Acompanhe a matéria completa com as informações atualizadas:

As vagas são destinadas aos cargos de Professor de Educação Infantil e Anos Iniciais, Professor de Artes, Professor de Geografia, Professor de História, Professor de Língua Portuguesa e Professor de Matemática.

Para concorrer ao cargo de Professor de Educação Infantil e Anos Iniciais é necessário possuir o ensino médio na modalidade magistério ou licenciatura plena em Pedagogia. Para todas as demais áreas, é necessário possuir licenciatura plena na respectiva área.

A jornada de trabalho é de 20 horas semanais e o vencimento básico é de R$ 1.524,43 para os profissionais com o ensino médio e de R$ 1.845,61 para os profissionais com o ensino superior.

Os interessados puderam realizar suas inscrições no período de 04 de março a 07 de abril de 2020, apenas via internet, por meio do site da Fundatec.

Os candidatos que não tivessem acesso à internet, poderiam utilizar o ponto disponibilizado nos seguintes locais:

O valor da taxa de inscrição era de R$ 70,00 para o cargo de nível médio na modalidade magistério e de R$ 130,00 para os cargos de nível superior.

O concurso Panambi – RS será composto por duas etapas: Prova objetiva e por Prova de títulos.

As provas objetivas seriam realizadas na data provável de 19 de abril de 2020, mas em razão da pandemia do novo coronavírus tiveram que ser suspensas. Agora, um novo cronograma foi divulgado e as provas devem ser aplicadas no dia 13 de dezembro de 2020. 

O candidato deverá comparecer ao local designado com antecedência mínima de uma hora, munido de documento de identificação, caneta esferográfica de ponta grossa, fabricada em material transparente e com tinta azul ou preta.

A prova objetiva valerá 90 pontos e possui caráter eliminatório e classificatório. Serão 40 questões, sendo 8 questões de Língua Portuguesa, 7 questões de Legislação / Estrutura e Funcionamento, 10 questões de Fundamentos da Educação, 5 questões de Conhecimentos Gerais e 10 questões de Conhecimentos Específicos.

Para ser aprovado, o candidato deverá obter a nota mínima de 45 pontos na prova objetiva. Também será necessário acertar, no mínimo, 3 questões de Legislação / Estrutura e Funcionamento, 5 questões de Fundamentos da Educação e 5 questões de Conhecimentos Específicos.

Somente será possível se retirar do local da prova após uma hora de seu início ou após duas horas, caso o candidato queira levar o caderno de questões.

Esta etapa será aplicada somente aos candidatos aprovados na prova objetiva. A pontuação desta etapa obedecerá aos seguintes critérios:

TítuloQuantidade máxima de títulosPontos por títuloPontuação máximaDoutorado14 pontos4 pontosMestrado13 pontos3 pontosEspecialização lato sensu / MBA / residência, desde que não constante como requisito do cargo31 ponto3 pontosTotal geral em títulos510 pontos

Critérios de avaliação e de desempate

A nota final do candidato será igual à soma das notas da prova objetiva e de títulos. Havendo candidatos em situação de empate, serão utilizados os seguintes critérios, nesta ordem, para definição dos classificados:

  • Candidato de maior idade, entre aqueles com 60 anos ou mais, conforme o disposto no Estatuto do Idoso;
  • Candidato com o maior número de acertos em Conhecimentos Específicos;
  • Candidato com o maior número de acertos em Língua Portuguesa; 
  • Candidato com o maior número de acertos em Legislação / Estrutura e Funcionamento; 
  • Candidato com o maior número de acertos em Fundamentos da Educação; 
  • Candidato com o maior número de acertos em Conhecimentos Gerais; 
  • Candidato com o maior nota na prova de títulos; 
  • Candidato com participação efetiva como jurado em Tribunal do Júri.
  • O concurso Panambi – RS será válido por dois anos, a contar da publicação da homologação e resultados finais, podendo haver uma única prorrogação, por igual período, a critério da Prefeitura Municipal.

    Mais informações sobre este concurso público, como atribuições dos cargos, quadro de provas, programa de provas, cronograma das etapas e demais formulários, poderão ser obtidas no site da Fundatec.

    Rio Grande do SulPanambiFUNDATEC

    Compartilhe

    Fonte: www.concursosnobrasil.com.br/concursos/rs/concurso-panambi.html

    Coronavírus em Tempo Real