Auxílio emergencial 2021: como consultar o saldo das parcelas pelo CPF

As parcelas do auxílio emergencial 2021 contam com valores variáveis de R$ 150, R$ 250 e R$ 375, dependendo da composição familiar dos beneficiários. Todas as regras atuais foram estabelecidas por meio da medida provisória de nº 1.039. Inclusive, você sabia que é possível consultar o saldo do auxílio emergencial 2021 pelo CPF?

Em julho de 2021, o Ministério da Cidadania aprovou mais de 30 mil pessoas no auxílio emergencial 2021. A contestação do resultado pode ser feita até o dia 24 do mesmo mês, desde que os interessados ainda não tenham pedido uma reavaliação do status. Também houve corte de 1,1 milhão de benefícios em junho. Os cancelamentos foram feitos devido a irregularidades, fraudes ou pelo não cumprimento dos requisitos mínimos.

Pela página da Dataprev, é possível consultar o saldo das parcelas, datas de recebimento e motivos que ocasionaram a negativa do auxílio emergencial. A contestação, além disso, também pode ser feita pelo mesmo site, tendo em vista que a Dataprev está realizando reavaliações mensais dos cadastros.

“Temos realizado uma operação abrangente, no sentido de que o auxílio emergencial seja pago à população mais vulnerável do país, e muito criteriosa, para evitar fraudes e repasses indevidos”, explicou o ministro da Cidadania, João Roma.

O site da Dataprev fornece condições para que os beneficiários do auxílio emergencial, por meio do número de seus CPFs, possam consultar o saldo de suas parcelas. Para efetuar o procedimento, basta seguir alguns passos básicos. Confira como consultar o saldo do auxílio emergencial por CPF:

Vale destacar que a consulta do auxílio emergencial 2021, bem como extrato de movimentações, também pode ser feita diretamente pelo aplicativo Caixa Tem (Android e iOS). O app funciona como uma espécie de conversa pelo WhatsApp, com tela de menu intuitiva e autoexplicativa.

Confira como consultar o saldo do auxílio emergencial pelo aplicativo Caixa Tem:

Ainda está com dúvidas? O banco liberou um vídeo com todos os detalhes sobre como consultar o saldo e extrato do auxílio emergencial pelo aplicativo Caixa Tem. Acompanhe o passo a passo:

Além da consulta pela Dataprev, o Ministério da Cidadania criou outra ferramenta para verificar o resultado do auxílio emergencial 2021. O “Chatbot” fornece respostas automáticas sobre o status do benefício, sendo possível acessá-lo somente por meio do seu perfil no Facebook. 

Veja como usar a ferramenta e consultar se você tem direito às parcelas do auxílio emergencial em 2021:

A inscrição para garantir o auxílio emergencial 2021 foi obtida de maneira automática. O governo federal filtrou a lista de beneficiários, tendo em vista os cadastros que foram registrados no ano passado. Isso quer dizer que muitas pessoas perderam o direito de receber o benefício.

O pente fino foi realizado por meio das informações cruzadas de bancos de dados distintos, como o do CAGED e o do INSS. Aqueles que passaram a receber aposentadoria ou seguro desemprego, por exemplo, foram excluídos da nova lista de beneficiários.

Assim sendo, como não haverá prazo para novas inscrições, os interessados somente terão direito de consultar o saldo do auxílio emergencial. Veja, abaixo, quem deixará de receber o auxílio emergencial em 2021:

E qual é, então, o público do programa? Como prioridade, as novas parcelas de 2021 destinam-se aos integrantes do Cadastro Único (CadÚnico), beneficiários do Bolsa Família e inscritos no auxílio emergencial desde o ano passado (por aplicativo ou site). 

As novas parcelas do auxílio emergencial têm valor médio de R$ 250 para os beneficiários com mais de um membro na composição familiar. Os outros repasses foram definidos da seguinte maneira:

Estão previstos sete pagamentos até o mês de outubro, considerando a nova prorrogação com três cotas adicionais. A continuidade do benefício visa amparar os elegíveis ao programa enquanto toda população adulta ainda não estiver imunizada contra a COVID-19. 

Lembrando que a consulta do auxílio emergencial 2021 continuará sendo permitida pela página da Dataprev, informando CPF e outros dados pessoais. As novas parcelas, caso sejam aprovadas, poderão ser verificadas por lá.

Atualmente, a Caixa está liberando o prazo para saque da 3ª parcela do auxílio emergencial (de 01 a 19 de julho). Já o quarto pagamento será provavelmente depositado a partir de 19 de julho para inscritos no Bolsa Família e 23 de julho aos demais beneficiários do auxílio emergencial. 

Assim como aconteceu no ano passado, as parcelas do auxílio emergencial 2021 serão reavaliadas mensalmente. A Dataprev ficará responsável pelo processamento dos cadastros, no sentido de garantir que os beneficiários continuam tendo direito aos pagamentos.

Isso quer dizer que, dependendo da situação, aqueles que receberam as duas primeiras parcelas podem deixar de garantir as próximas. Para verificar o resultado atualizado, basta consultar o auxílio emergencial pela própria página da Dataprev. A estatal fará as reanálises de mês em mês.

Criado em 2001, o Cadastro Único do Governo Federal (CadÚnico) fornece condições para identificar as famílias brasileiras com baixa renda. A base de dados opera como um instrumento para mapear os cidadãos que estejam em condições de vulnerabilidade social.

Com isso, o governo consegue garantir a inserção das pessoas nos programas sociais do país. Em termos gerais, existem 22 benefícios que se baseiam nos registros do Cadastro Único. Confira abaixo:

  • Programa Bolsa Família;
  • Programa Casa Verde e Amarela;
  • Programa de Erradicação do Trabalho Infantil – PETI;
  • Isenção de Taxas em Concursos Públicos;
  • Fomento – Programa de Fomento às Atividades Produtivas Rurais;
  • Carteira do Idoso;
  • Aposentadoria para pessoa de baixa renda;
  • Programa Brasil Carinhoso (Educação Infantil);
  • Programa de Cisternas;
  • Telefone Popular;
  • Carta Social;
  • Pro Jovem Adolescente;
  • Tarifa Social de Energia Elétrica;
  • Bolsa Verde – Programa de Apoio à Conservação Ambiental;
  • Passe Livre para pessoas com deficiência;
  • Crédito Instalação;
  • Programa Brasil Alfabetizado;
  • Identidade Jovem (ID Jovem);
  • Programa Nacional de Reforma Agrária (PNRA);
  • Água para Todos;
  • Bolsa Estiagem;
  • Programa Nacional de Crédito Fundiário.
  • Bruno Destéfano
    Bruno Destéfano
    Bruno DestéfanoDiretora de redaçãoNasceu no interior de Goiás e se mudou para a capital, Goiânia, no início de 2015. Seu objetivo era o de cursar Jornalismo na UFG. Desde o fim de sua graduação, já atuou como roteirista, gestor de mídias digitais, assessor de imprensa na Câmara Municipal de Goiânia, redator web, editor de textos e locutor de rádio. Escreveu dois livros, sendo um de ficção e outro de não-ficção. Também recebeu prêmios pela produção de um podcast sobre temas raciais e por seu livro-reportagem "Insurgência – Crônicas de Repressão". Atualmente, trabalha como redator web no site "Concursos no Brasil" e está participando de uma nova empresa no ramo de marketing digital.

    Compartilhe

    Fonte: concursosnobrasil.com/artigos/auxilio-emergencial-como-consultar-o-saldo-das-parcelas-pelo-cpf.html