Alunos da rede municipal de SP poderão solicitar vale-alimentação

Alunos da rede municipal de SP poderão solicitar vale alimentação: é possível ver um prato de comida em cima de mesa. Ao fundo, desfocado, crianças olham na direção da câmera
Alunos da rede municipal de SP poderão solicitar vale alimentação: é possível ver um prato de comida em cima de mesa. Ao fundo, desfocado, crianças olham na direção da câmera
600 mil alunos já receberam o cartão merenda. – Foto: Sergio Amaral/MDS

Na última quinta-feira (30/07), a Prefeitura de São Paulo anunciou que vai ampliar o vale-alimentação para todos os estudantes da rede pública do município. O projeto inicial contemplava apenas aqueles que estivessem inscritos no CadÚnico, mas a restrição chegou a ser questionada pelas diretorias de ensino e pela Justiça.

“A partir de hoje [30 de julho] nós vamos universalizar o envio desse cartão para todos os alunos da rede municipal”, confirmou o prefeito Bruno Covas (PSDB) ao longo de coletiva virtual. De acordo com a gestão da prefeitura, pelo menos 600 mil alunos já receberam o cartão para substituir a merenda presencial.

Acompanhe a matéria completa e fique por dentro de mais detalhes sobre o assunto. Não se esqueça de conferir outros conteúdos de nosso site, como simulados e artigos. Temos certeza de que existe um material feito especialmente para você!

Vale-alimentação (cartão merenda) ampliado para toda a rede pública de ensino

Com a nova decisão do prefeito Bruno Covas, todas as famílias com filhos matriculados na rede municipal poderão solicitar o vale-alimentação (cartão merenda), mesmo aqueles que não estejam inscritos no Cadastro Único do Ministério da Cidadania. Os pedidos devem ser feitos por meio do site da Secretaria Municipal de Educação.

“[Quanto aos] alunos que ainda não estão recebendo, a partir de hoje eles podem se cadastrar. Eles terão até o dia 09 de agosto para poder fazer esse cadastro”, explicou Covas. Os cartões serão enviados para às escolas dos alunos e, por sua vez, as instituições de ensino vão entrar em contato com as famílias para que possam retirar os benefícios.

Impactos da pandemia em famílias economicamente vulneráveis

A suspensão das aulas nas escolas municipais de São Paulo começou no dia 16 de março, sendo que todas as unidades foram fechadas no dia 23 do mesmo mês. No início da pandemia, a prefeitura analisou maneiras de fornecer a merenda para os alunos afastados. Foi levantada a possibilidade de enviar cestas básicas para as famílias, a gestão de Bruno Covas decidiu pela transferência dos recursos.

A partir do dia 02 de abril, os vales-alimentação começaram a ser distribuídos para as crianças que perderam a merenda escolar. O dinheiro está sendo creditado por meio de cartões dos alunos, que podem ser utilizados em 40 mil supermercados. No dia 04 de cada mês, a prefeitura transfere:

Compartilhe

Fonte: www.concursosnobrasil.com.br/noticias/alunos-da-rede-municipal-de-sp-poderao-solicitar-vale-alimentacao.html

Coronavírus em Tempo Real