5 funções de segurança do Signal, o rival ‘ultrasseguro’ do WhatsApp

O Signal, app de mensagens instantâneas "ultrasseguro", ganhou evidência desde o início do mês após a divulgação da nova e controversa política de privacidade do WhatsApp, que deve ser adotada no Brasil a partir do dia 15 de maio. Diante deste cenário, usuários têm buscado alternativas ao WhatsApp, o que fez com que o número de downloads de apps como o Telegram e Signal aumentasse consideravelmente nas últimas semanas.

LEIA: WhatsApp muda e perde usuários para app ‘ultrasseguro'

Com foco em privacidade, o Signal traz recursos de segurança bastante interessantes. Entre eles estão a possibilidade de bloquear capturas de tela no app, borrar rostos de fotos e enviar imagens com visualização única. Na lista abaixo, o TechTudo traz cinco recursos de segurança do Signal e ensina como acessá-los no app de mensagens, disponível para Android e iPhone (iOS).

1 de 6 Signal: lista traz cinco recursos de segurança do app de mensagens — Foto: Clara Fabro/TechTudo

Signal: lista traz cinco recursos de segurança do app de mensagens — Foto: Clara Fabro/TechTudo

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

2 de 6 Signal permite enviar mensagens que se autodestroem pelo chat — Foto: Reprodução/Clara Fabro

Signal permite enviar mensagens que se autodestroem pelo chat — Foto: Reprodução/Clara Fabro

Um dos recursos de segurança do Signal são as mensagens que se autodestroem em um curto período de tempo. Recentemente o WhatsApp também anunciou as mensagens temporárias no mensageiro, com conversas que ficam disponíveis por até sete dias antes de expirarem. No entanto, o app do Facebook não permite modificar o período de tempo até as conversas serem excluídas automaticamente pela plataforma.

Diferente do WhatsApp, no Signal os usuários podem escolher por quanto tempo a mensagem enviada ficará disponível na conversa — período que pode variar de cinco segundos a uma semana. O recurso deve ser habilitado pelo próprio chat do mensageiro e, para ativá-lo, basta tocar sobre o menu de opções da conversa e selecionar "Mensagens efêmeras". Na sequência, você deve definir um intervalo de tempo para que os balões do chat fiquem visíveis. Para desativar o recurso, o procedimento é o mesmo, basta definir o período como "Desligado" que as mensagens não vão expirar.

3 de 6 Ativando o recurso de "Segurança de Tela" no Signal — Foto: Reprodução/Clara Fabro

Ativando o recurso de "Segurança de Tela" no Signal — Foto: Reprodução/Clara Fabro

O Signal também traz uma função chamada de "Segurança da tela". Ela é capaz de bloquear prints no aplicativo e não permite capturas de tela em conversas ou em outras áreas do mensageiro. No entanto, apesar de bastante útil, o recurso não vem habilitado por padrão no Signal. Dessa forma, o app só bloqueia prints no dispositivo em que a função for ativada. Ou seja, se o destinatário das mensagens não estiver com o recurso ativo, ele poderá tirar prints das conversas.

Signal ou Telegram? Compare os mensageiros rivais do WhatsApp Melhor que WhatsApp? Veja 4 apps para trocar mensagens em segurança

4 de 6 É possível borrar o rosto de fotos enviadas pelo Signal — Foto: Reprodução/Clara Fabro

É possível borrar o rosto de fotos enviadas pelo Signal — Foto: Reprodução/Clara Fabro

Como o foco do mensageiro é a privacidade, outro recurso bastante eficaz do Signal é o que permite desfocar rostos em fotos. A função pode ser ativada tanto nas fotos de perfil do mensageiro quanto para as imagens enviadas pelo chat para os contatos.

Para ativar o recurso em uma foto enviada na conversa, selecione o ícone de câmera e, em seguida, abra a galeria do celular. Toque sobre a imagem que deseja enviar para o contato e, depois, sobre o ícone de círculo no menu superior da tela, como indicado no print. Em seguida, ative a chave ao lado de "Desfocar rostos" e toque sobre o "check" para enviar a foto borrada no Signal.

5 de 6 Recurso de segurança do Signal permite bloquear acesso ao app com digital — Foto: Reprodução/Clara Fabro

Recurso de segurança do Signal permite bloquear acesso ao app com digital — Foto: Reprodução/Clara Fabro

Bloquear o app por meio da digital é mais um recurso de segurança presente no Signal. A função é útil principalmente para impedir que curiosos ou pessoas que tenham acesso físico ao celular possam ler as mensagens trocadas pelo aplicativo.

Para ativá-lo, basta ir até as configurações, acessar a seção "Privacidade" e, em seguida, ativar a chave ao lado de "Bloqueio de tela". A partir daí, um ícone aparecerá nas notificações do celular para trancar o Signal e só será possível destrancá-lo com a digital. A função de bloquear o app por meio de biometria também está disponível no WhatsApp.

6 de 6 Signal possui recurso que permite enviar fotos com visualização única — Foto: Reprodução/Clara Fabro

Signal possui recurso que permite enviar fotos com visualização única — Foto: Reprodução/Clara Fabro

Enviar fotos com visualização única é possível com o Signal. O recurso não permite que uma foto seja vista mais de uma vez pelo destinatário. Para enviar, basta tocar sobre o ícone de câmera; tirar ou buscar a imagem na galeria e, antes de enviá-la, pressionar uma vez o ícone que permite a repetição da foto — ele deve ficar com o símbolo "1x", conforme indicado na imagem acima. Depois, é só enviar a mídia. Vale dizer que, apesar de ter visualização única, o destinatário das mensagens pode fazer capturas de tela da imagem e o aviso de prints não é enviado pelo Signal.

Com informações de Techviral

WhatsApp, Telegram ou Signal: qual é o mensageiro mais seguro? Dê sua opinião no Fórum do TechTudo.

Função do WhatsApp destrói conversas íntimas em até 7 dias: saiba ativar
Função do WhatsApp destrói conversas íntimas em até 7 dias: saiba ativar

Função do WhatsApp destrói conversas íntimas em até 7 dias: saiba ativar

Fonte: www.techtudo.com.br/listas/2021/01/5-funcoes-de-seguranca-do-signal-o-rival-ultrasseguro-do-whatsapp.ghtml