Retomada das aulas na rede estadual será de forma híbrida, entenda | O Imparcial

Na manhã desta sexta-feira (26) o governador Flávio Dino falou sobre novas ações de combate ao novo coronavírus no Maranhão.

Como forma de diminuir as aglomerações sem prejudicar o início das aulas que devem iniciar no dia 1 de agosto, Flávio Dino explicou que as aulas da rede estadual, em especial do último ano do ensino médio devem acontecer de forma híbrida, ou seja, as aulas serão presenciais, mas com redução no número de estudantes, e com a realização de atividades a distância.

Leia também: Bares e restaurantes reabrem neste sábado; veja as regras sanitárias que devem ser seguidas

O governador explicou ainda que editará um decreto complementar informando sobre os protocolos pedagógicos que devem ser seguidos pelas instituições da rede estadual de ensino, mas avisa que cada prefeitura municipal irá dispor sobre sua própria rede de acordo com a situação sanitária de cada local.

No que diz respeito a rede privada, o governador recomendou durante coletiva que os pais e/ou responsáveis procurem as escolas para que seja estabelecida um consenso referente ao processo de retomada das aulas, com previsão também para o mês de agosto.

Quanto as instituições de ensino superior, o governador anunciou que o funcionamento em faculdades e universidades vai ser definido pelos colegiados superiores de cada instituição, que deve observar os protocolos sanitários a serem seguidos.

Outra medida anunciada pelo governador, foi o projeto ‘Terceirão Não Tira Férias’. De acordo com Flávio Dino, o projeto será realizado entre os dias 13 e 31 de julho, onde materiais como apostilas, videoaulas, roteiro de estudo, audioaulas e plataformas de estudo por meio do canal da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) no Youtube estarão disponíveis aos quase 90 mil alunos matriculados na 3ª série do Ensino Médio da rede pública estadual.

Bares e restaurantes

Sobre a antecipação da reabertura de bares e restaurantes para este sábado, o governador Flávio Dino enfatizou que todos os estabelecimentos deverão estar de acordo com os protocolos sanitários já emitidos, o que inclui uso de máscaras, higienização das mãos e distanciamento social, e horários de funcionamento já pré estabelecidos.

No entanto, ficam proibidos o serviço de self-service e rodízios e não pode ser feito nenhum tipo de atração que gere aglomeração no estabelecimento.

Reabertura essa que não está destinada ainda para as praças de alimentação de shoppings e galerias. O governador informou que irá participar de um debate ainda hoje, após pedido da associação para tratar de normas que devem ser seguidas e uma possível data de retorno do funcionamento destas praças. Os estabelecimentos devem manter ainda o sistema de drive-thru ou delivery.

Dino contudo ressaltou que, caso os dados epidemiológicos da doença aumentem no Estado, medidas de restrições mais rígidas deverão ser estabelecidas.

Ainda durante a transmissão, o governador Flávio Dino anunciou que o mapeamento sorológico que ajuda no combate a subnotificação dos casos de Covid-19 no estado está sendo implantado.

24 professores da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) e membro da Secretaria de Estado da Saúde (SES) estarão atuando nesse combate.

Leitos

Com o aumento dos casos do novo coronavírus no estado, o governador Flávio Dino anunciou também a ampliação do número de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) nas cidades de Timon e Caxias, no leste do Maranhão. Ao todo cada cidade receberá mais 10 leitos para ajudar no combate a doença.

Além disso, Dino anunciou ainda que uma UTI aérea será fixada na cidade de Timon, para ajudar no transporte de pacientes mais graves diagnosticados com o vírus.

Coronavírus no Maranhão

Segundo informações do boletim epidemiológico, divulgado nesta quinta-feira (25), pela Secretária de Saúde do Maranhão (SES), o estado tem 74.925 casos confirmados de coronavírus e 1871 óbitos. Nas últimas 24h, foram registrados 35 novas mortes e 1.611 casos de Covid-19. O interior do estado contabilizou o maior número de novos casos com 1472 pessoas, Imperatriz registrou 71 e a Ilha de São Luís atingiu 68 novos casos.

Também segundo o boletim, dos mais de 74 mil casos confirmados, 19.263 ainda estão ativos. Desses, 18.312 estão em isolamento domiciliar, 584 internados em enfermaria e 367 em leitos de UTI.

Fonte: oimparcial.com.br/educacao/2020/06/retomada-das-aulas-na-rede-estadual-sera-de-forma-hibrida-entenda

Coronavírus em Tempo Real