Programa do Governo vai levar estudantes para intercâmbio nos EUA

Estão abertas até o dia 7 de março as inscrições para a 20ª edição do Programa Jovens Embaixadores. O projeto é uma iniciativa oficial do Departamento de Estado estadunidense e, aqui no Brasil, é coordenado pela Embaixada dos Estados Unidos da América. O intercâmbio está previsto para julho de 2021.

Para participar do programa, os candidatos devem ter nacionalidade brasileira; possuir entre 15 e 18 anos durante a duração do programa; ser aluno do Ensino Médio na rede pública brasileira; e já ter cursado pelo menos o 1º ano do Ensino Médio em 2020. Os alunos que iniciarão o 1º ano em 2021 não poderão se candidatar.

O ‘Jovens Embaixadores’ é realizado em todos os países do continente americano. Desde que foi criado, 677 jovens brasileiros dos mais variados estados já participaram do programa. Em 2020, uma estudante do Colégio Militar Bombeiros 2 de Julho e do Instituto Federal do Maranhão (IFMA) de Açailândia foram selecionadas.

As inscrições podem ser feitas acessando o Facebook do programa ou através do link: www.jovensembaixadores.org.br. Depois, o candidato deverá informar o nome completo e endereço de e-mail; em seguida, fornecer todos os dados pessoais e criar uma conta no sistema online do programa. Os candidatos receberão um e-mail no endereço informado durante a inscrição para validar e ativar a sua conta, que vai ser acessada com o e-mail validado e a senha.

Outros requisitos

Para o seletivo é importante também que os estudantes tenham: um perfil de liderança; boa fluência oral e escrita na língua inglesa; ter pouca ou nenhuma experiência anterior no exterior; jamais ter viajado aos Estados Unidos; pertencer a família de baixa renda; ter excelente desempenho escolar; estar atualmente engajado em iniciativa de empreendedorismo e/ou impacto social em sua comunidade (pelo menos 6 meses); ser comunicativo, possuir boa relação em casa, na escola e na comunidade.

Todos os pré-requisitos devem ser comprovados no formulário de inscrição.

Covid-19

Caso não seja possível realizar o intercâmbio presencial em julho de 2021, por conta da pandemia do novo coronavírus, os selecionados serão convidados para participar de um intercâmbio virtual em formato interativo e inovador.

Fonte: oimparcial.com.br/cidades/2021/02/programa-do-governo-vai-levar-estudantes-para-intercambio-nos-eua