Polícia vai fazer reconstituição do homicídio que vitimou o publicitário Diogo Sarney | O Imparcial

A Polícia Civil do Maranhão irá realizar na próxima segunda-feira (29) a reconstituição do homicídio que vitimou o publicitário Diogo Sarney, no último dia 16, na Lagoa da Jansen. Os peritos criminais irão utilizar o veículo Argo vermelho apreendido e passarão no mesmo local que Diogo foi alvejado. De acordo com a polícia, com base na velocidade e na luminosidade vão poder ter a certeza de que este é carro que realmente foi utilizado no crime.

Conforme informações policiais, três pessoas estiveram presentes dentro do veículo Argo Vermelho no momento do assassinato do publicitário. O suspeito de dar o tiro que matou Diogo Sarney se apresentou na manhã desta sexta-feira (26) na Superintendência de Homicídio e Proteção à Pessoa (SHPP) e confessou o crime. Em relação aos outros dois comparsas que estavam no carro, um já foi identificado pela polícia e o outro ainda está sendo procurado.

Leia também: Suspeito de assassinar Diogo Sarney é preso em São Luís

O suspeito preso hoje negou que clonou as placas do Argo Vermelho e apenas afirmou que já recebeu o carro com elas clonadas. De acordo com a polícia, os indícios apontaram que os três suspeitos já estavam acostumados a cometer roubos de carro para posteriormente realizar outros crimes.

Investigação

Em relação ao Argo vermelho clonado, a polícia obteve informações que o veículo foi roubado no último dia 13 de junho, próximo ao Barramar. A partir daí, a polícia descobriu que o carro estava no interior do estado, em Santa Helena, conseguindo apreendeer e posteriormente periciar.

A polícia também informou que a investigação em relação ao homicídio iniciou a partir da coleta da imagem das câmeras que mostram o veículo Argo vermelho de onde originou o disparo. Ao descobrir as placas clonadas do carro, foi feita a busca na Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos (DRF) e descoberto que somente um Argo vermelho havia sido subtraído e que o mesmo realmente estava em Santa Helena.

A equipe policial então entrou em diligências para identificar quem levou o carro até o interior e chegou aos dois suspeitos que foram responsáveis pelo roubo do veículo, sendo estes os mesmos que estiveram presentes no homicídio. A polícia então representou pela prisão temporária dos suspeitos.

Entenda o caso

O publicitário e sobrinho-neto do ex-presidente José Sarney, identificado como Diogo Adriano Costa Campos, mais conhecido como Diogo Sarney, foi assassinado com um tiro no pescoço no fim da manhã da última terça-feira (16), após uma discussão no trânsito na Lagoa da Jansen, em São Luís. O fato aconteceu em frente ao bar Por Acaso.

Após investigações, a Polícia Civil do Maranhão, com ajuda de câmeras de segurança, identificou o carro conduzido pelo suspeito no momento do crime, um Argo Vermelho.

Fonte: oimparcial.com.br/policia/2020/06/policia-vai-fazer-reconstituicao-do-homicidio-que-vitimou-o-publicitario-diogo-sarney

Coronavírus em Tempo Real