Governadores devem custear o auxílio se “fecharem” os estados, diz Bolsonaro

Na última sexta-feira (26), durante visita realizada no Ceará, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que os governadores que “fecharem seus estados” deveriam custear o auxílio emergencial à população, fazendo referência às medidas como lockdown e toque de recolher. No entanto, o presidente não esclareceu nem deu detalhes sobre o assunto.

Bolsonaro afirmou que ficar em casa “não deu certo e não vai dar certo”, pois, de acordo com ele, isso afetaria a economia e aumentaria desempregos.

Leia também: Defensoria Pública entra com novo pedido de lockdown no Maranhão

Ainda na sexta-feira (26), diversos estados registraram um grande avanço da propagação da Covid-19, mostrando uma superlotação dos leitos clínicos e de UTI voltados a pacientes com a doença, como o próprio Maranhão.

Nesta mesma semana, o presidente também havia declarado que as próximas parcelas do auxílio emergencial Federal seriam de quatro parcelas no valor de R$ 250,00 cada.

Para se manter bem informado sobre o Maranhão acesse oimparcial.com. Siga, também as nossas redes sociais, Twitter, Instagram e curta nossa página no Facebook. Tem alguma denúncia para fazer? Entre em contato por meio do nosso WhatsApp (98) 99120-9898.

Fonte: oimparcial.com.br/noticias/2021/02/governadores-devem-custear-o-auxilio-se-fecharem-os-estados-diz-bolsonaro