Em 28 dias, Maranhão registra mais de 1.000 mortes por coronavírus | O Imparcial

Segundo boletim epidemiológico divulgado pela Secretária de Estado da Saúde (SES), o Maranhão chegou aos 1000 óbitos por coronavírus no dia 2 de junho, menos de 1 mês depois o número dobrou. O estado já contabiliza 2.048 mortes.

O Maranhão teve o primeiro óbito registrado por Covid-19 no dia 29 de março e levou quase 3 meses para atingir as mil mortes, porém em apenas 28 dias de junho o estado contabilizou mais 1.020 novos óbitos.

Veja também:

Mais de 80 mil casos confirmados de Covid-19 no MaranhãoNúmero de casos ativos de coronavírus diminui no Maranhão; já são 61.093 recuperados

O boletim informa que o estado tem 80.451 casos confirmados, desses 54% (54.779) são femininos e 46% (36.672) masculino. Apesar disso, a maior porcentagem de óbitos é masculina com 61% (1.256) e 39% (792) feminino.

De acordo com o boletim, 87% dos mortos apresentavam comorbidades, sendo as principais hipertensão arterial e diabetes mellitus. Do número total de mortes, 261 pessoas não apresentavam comorbidades.

A faixa etária com o pico mais alto de morte é acima de 70 anos, seguido por de 60 a 70 e 50 a 59, o menor número de óbitos se deu em pessoas entre 10 e 19 anos.

As 36 mortes registradas nas últimas 24h aconteceram nas seguintes cidades: Alto Alegre do Maranhão (1), Pindaré-Mirim (1), Imperatriz (1), Dom Pedro (1), Bom Jardim (1), Brejo (1), Bom Jesus das Selvas (1), Altamira do Maranhão (1), Magalhães de Almeida (1), Porto Franco (1), Lago do Junco (1), Colinas (1), Vargem Grande (1), Barreirinhas (1), Porto Rico (1), Lago da Pedra (1), Tutóia (2), Santa Inês (3), São José de Ribamar (3) e São Luís (12).

A evolução do número de casos da síndrome respiratória aguda grave (SRAG) no estado continua em 19, estando presente na maioria dos casos o vírus da influenza B.

Fonte: oimparcial.com.br/saude/2020/06/em-28-dias-maranhao-registra-mais-de-1-000-mortes-por-coronavirus

Coronavírus em Tempo Real