Correndo risco de fechar em definitivo, cinema de arte em São Luís recebe doações para se manter durante a crise

Quando as luzes da sala se apagam e um novo mundo surge na tela, Victoria Chaves, 23, é transportada para uma realidade totalmente diferente da sua. A jornalista, que passou a se interessar pelo cinema de arte depois de uma disciplina na faculdade, encontrou no Cine Lume a oportunidade perfeita para assistir a filmes que não são exibidos nas salas convencionais das redes de cinemas de shoppings e que são dificilmente encontrados nas plataformas de streaming.

Jornalista, Victoria Machado é encantada pelo cinema de arte

“O Cine Lume consegue nos transportar para outro lugar. Quando eu vou lá assistir a um filme, no fim da tarde, eu esqueço onde estou e fico totalmente imersa na história. Lá eu sinto que eu posso encontrar filmes que não são do circuito de Hollywood, mas que têm uma qualidade incrível”, conta Victoria, que frequenta o cinema há cinco anos.

E é essa mesma paixão e admiração que estão unindo diversos cinéfilos e frequentadores do cinema na campanha “Todos pelo Cine Lume”, que tem como objetivo arrecadar dinheiro para impedir que o espaço, inaugurado há oito anos, feche as portas.

View this post on Instagram

A campanha continua! Necessitamos muito da ajuda de todos os nossos clientes. Não vamos deixar o Cine Lume acabar. Necessitamos do apoio de todos. Você que ainda não apoiou, ajude nesse final de semana. Estamos com nossas contas se acumulando, devido a pandemia. O Cine Lume foi o primeiro cinema a fechar em São Luis devido a pandemia. Cine Lume é um espaço único em São Luís, sempre em prol da arte e da cultura. Sigam a página criada pelos clientes do cinema em prol da campanha: @todospelocinelume . Para quem quiser apoiar, o link da vaquinha na bio da página. Não vamos deixar de tentar reerguer e manter o cinema. Aguardando ainda algum apoio de alguma instituicão, orgão, empresa, associação ou faculdade/escola para manter o cinema. A marca irá ganhar muito com tão pouco investido. E também os.artistas que quiserem entrar na campanha, passar vídeos para colocarmos aqui na página. Vamos envolver toda a cidade! Divulguem!

A post shared by Cine Lume (@cinelume) on Jun 13, 2020 at 5:27am PDT

Página no instagram criada para arrecadar o valor estimado. Além disso, vídeos de diversos artistas que também apoiam a campanha são divulgados

“Estamos em meio a uma pandemia, e esse tipo de estabelecimento não pode funcionar. Por isso, criei uma vaquinha online para arrecadar R$ 48 mil, quantia necessária para que o cinema consiga se manter durante seis meses”, explica Alexandra Rudakoff, 34, frequentadora do Cine Lume e que idealizou a campanha, após ficar sensibilizada com uma postagem do proprietário do estabelecimento, Frederico Machado, que oferecia o “repasse” de todo o Cine Lume de São Luís para uma empresa ou pessoa interessada em adquiri-lo.

“Como trabalho com arte, sei qual é a importância de um cinema não convencional e autoral para a nossa cidade. Com isso, tomei a iniciativa de arrecadar dinheiro e criar um perfil no Instagram chamado @todospelocinelume”, ressalta a professora e pesquisadora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IFMA).

imagem24-06-2020-09-06-04
imagem24-06-2020-09-06-04
Frequentadora e idealizadora da campanha, Alexandra Rudakoff, de 34 anos

A união faz a força

Além dos cinéfilos que frequentam o cinema, artistas maranhense de renome nacional também se envolveram na campanha, como Alcione, Zeca Baleiro e Flávia Bittencourt. Para o cineasta e proprietário do Cine Lume, Frederico Machado, esse engajamento para salvar o cinema é uma fagulha de esperança neste momento tão complicado em meio à pandemia, que tem obrigado o estabelecimento a ficar fechado já há quase quatro meses.

“Estamos passando por uma situação desesperadora, já que as contas não param de chegar. O cinema foi fechado em março e continua tendo um custo mensal de oito mil reais, que contém o condomínio, o aluguel do espaço, o salários dos três funcionários, a energia e outros impostos”, detalha o empresário, que ressalta a importância de ter um espaço na cidade que apoie e valorize o audiovisual artístico.

“Com o fechamento do Cine Praia Grande [no Centro de Criatividade Odylo Costa Filho], somos o único cinema que passa filmes mais voltados para a arte, na cidade. Exibimos diversos filmes nacionais e também temos uma proposta de projetar longas-metragens maranhenses. Além disso, o Cine Lume já abrigou vários festivais de cinema durante esses oito anos, ou seja, temos uma histórica rica e que não pode se encerrar assim”, destaca Frederico.

imagem24-06-2020-09-06-04
imagem24-06-2020-09-06-04
Frederico Machado, proprietário do estabelecimento

A campanha, que foi lançada há onze dias, arrecadou até agora pouco mais de 20% do valor necessário para que o Cine Lume consiga se manter durante seis meses, um resultado já considerado motivador para quem está lutando pela arte.

“Estou muito feliz e esperançoso com a vaquinha, que já nos possibilitou quitar as dívidas atrasadas, porém ainda estamos muito longe de conseguir arrecadar o restante, e é por isso que precisamos mobilizar mais pessoas que crêem na arte e na cultura como combustível para o desenvolvimento do Estado e das pessoas”, agradece Frederico, relembrando a importância do audiovisual como ferramenta educativa e inclusiva.

O futuro

Com apenas uma sala que exibe diariamente dois ou três filmes, a previsão de volta das atividades do Cine Lume, caso consiga arrecadar o valor estimado, é para o mês de setembro, pois como a situação de saúde pública ainda é grave no país, o setor de entretenimento será um dos últimos a serem retomados.

Durante esse tempo, além das arrecadações por meio da campanha, Frederico e os frequentadores fiéis do cinema buscam outras alternativas para que as portas do espaço continuem abertas.

“O Frederico Machado já afirmou, em suas redes sociais, que tem interesse que alguma empresa, órgão, instituição, escola ou faculdade apoie ou patrocine o Cine Lume. Estamos elaborando um projeto para apresentarmos a algumas instituições, empresas e órgãos de São Luís. Como sou da área da educação, o projeto terá como tema cinema e educação”, revela Alexandra Rudakoff.

Enquanto isso, os fãs de carteirinha do cinema de arte, como Victoria Chaves, torcem para que tudo dê certo e que possam continuar a conhecer um novo mundo que surge na tela do cinema após o apagar das luzes.

“Temos um cinema em ótimo estado, bem localizado e que exibe tanto produções locais, quanto produções nacionais e de festivais de cinema. Se o Cine Lume realmente fechar, será uma perda não apenas para o dono, mas também para as pessoas que o frequentam”, lamenta Victoria.

Contribuições

Para quem quiser ajudar, basta acessar o link da vaquinha on-line: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/todos-pelo-cine-lume.

Fonte: oimparcial.com.br/entretenimento-e-cultura/2020/06/correndo-risco-de-fechar-em-definitivo-cinema-de-arte-em-sao-luis-recebe-doacoes-para-se-manter-durante-a-crise

Coronavírus em Tempo Real