Clínicas particulares ficam sem vacina para influenza | O Imparcial

A campanha nacional de vacinação contra a influenza começa na próxima segunda-feira (23). No Maranhão, os postos de saúde imunizar, primeiramente, idosos e crianças. Os outros grupos serão todos vacinados até o mês de abril.

No entanto, algumas pessoas já estão à procura da vacina em clínicas privadas de São Luís, por conta do surto de H1N1 no estado. A grande demanda gerou desfalque nos estoques das clínicas da capital. A redação de O Imparcial entrou em contato com diversas clínicas que alegaram que as vacinas contra a influenza acabaram e não há previsão de reposição.

Na manhã desta sexta-feira (20), pessoas fizeram fila em frente à Clínica Alergo Center, no bairro Cohajap, em São Luís. Essas pessoas teriam recebido a informação de que a clínica realizaria vacinação a domicílio e que as solicitações poderiam ser realizadas por telefone a partir das 6h30 da manhã.

Entretanto, começaram a surgir muitas reclamações de pessoas que, ao tentarem ligar para marcar as vacinas não conseguiram contato com a clínica, então, muitos se dirigiram ao local em busca de atendimento e uma fila foi formada na porta da Alergo Center.

O Procon/MA foi acionado e esteve no local investigando o caso. O órgão afirmou que em breve divulgará nota sobre as providências tomadas.

Fonte: oimparcial.com.br/saude/2020/03/clinicas-particulares-ficam-sem-vacina-para-influenza