Candidato à sucessão de May, Corbyn apoia protesto contra Trump em Londres

O líder do Partido Trabalhista e um candidato a primeiro-ministro do Reino Unido, Jeremy Corbyn, incentivou os protestos marcados para terça-feira 4 contra a visita do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. Corbyn se alinha ao prefeito de Londres, o também trabalhista Sadiq Khan, um dos britânicos mais hostilizados pelo presidente americano.

Ao aterrissar no aeroporto londrino de Stansted na manhã desta segunda-feira, 3, Trump disse em sua conta no Twitter que Khan é um “fracassado total”. “Sadiq Khan tem feito um trabalho horrível como prefeito de Londres e tem sido, de forma tola, ‘asqueroso’ com o presidente dos EUA, de longe o aliado mais importante do Reino Unido”, escreveu o líder americano.

Khan havia comparado a linguagem do presidente com a de “fascistas do século XX”, colocando o americano no mesmo barco que políticos da extrema direita europeia, como o húngaro Viktor Orbán, o italiano Matteo Salvini, a francesa Marine Le Pen e o britânico Nigel Farage.

O insulto ao colega trabalhista foi o que levou Corbyn a se manifestar. Mas a intromissão de Trump na sucessão de Theresa May como primeira-ministra britânica também teve sua influência. O americano apoia claramente a designação do deputado conservador Boris Johnson, um dos principais defensores da saída do Reino Unido da União Europeia (Brexit) durante a campanha para o referendo de 2016. Trump aconselha Londres a sair do bloco mesmo sem acordo com os europeus.

“O protesto de amanhã (terça-feira) contra a visita de Estado de Donald Trump é uma oportunidade para levantar-se em solidariedade daqueles que são atacados na América, ao redor do mundo e no nosso próprio país, incluindo, nesta mesma manhã, Sadiq Khan”, rebateu o líder trabalhista em sua conta no Twitter.

A plataforma Together Against Trump (Juntos contra Trump) convocou uma manifestação para terça-feira de manhã na Trafalgar Square. A expectativa é a reunir milhares de pessoas para mostrar sua rejeição à visita do presidente americano.

Baby Trump

Em julho do ano passado, a organização conseguiu reunir cerca de 100.000 pessoas em uma manifestação contra a visita de trabalho do americano ao Reino Unido. Um dos destaques foi o balão Baby Trump, um inflável no formato do presidente americano como um bebê, com fraudas e um telefone celular na mão, exposto ao lado do Parlamento.

O Baby Trump voltará a ser inflado nesta visita, mas em proporção ainda maior, no Museu de Londres, ao lado de outro balão gigante com a fugira do prefeito londrino trajado com um biquini amarelo. Segundo a BBC, os ativistas arrecadaram ao redor de 18.000 libras para pagar o Baby Trump, que terá 6 metros de altura. Khan deu permissão para ser exposto.

(Com EFE)

Fonte: veja.abril.com.br/mundo/candidato-a-sucessao-de-may-corbyn-apoia-protesto-contra-trump-em-londres