Giovanna Ewbank chora ao falar de síndrome do filho e revela sentir ‘uma culpa absurda’

Giovanna Ewbank se emocionou durante o programa “Quem Pod, Pod” ao falar sobre a síndrome sensorial do filho Bless, de 8 anos. Durante a conversa com o apresentador Manoel Soares, ela relevou que sentiu uma culpa absurda quando recebeu o diagnóstico. “Diversas vezes ele passava, por exemplo, pela cozinha, e falava: “Ai, que cheiro forte!”. E eu falava: “Bless, para com isso. É frescura, filho! É o cheiro da cebola”. Quando ele pisava na grama e falava: “Me tira daqui!”. E eu falava: “Filho, para de frescura, é só grama”. Queria muito colo, não gostava de ir para o meio do mato, onde a gente vai muito, porque o barulho das moscas incomodava ele.  Quando eu tive o diagnóstico, foi uma culpa absurda”, falou. A apresentadora também contou que durante a pandemia, Bless costumava ficar muito aéreo, e ela até chegou a cogitar que ele tinha autismo porque ele começou a fazer “algumas coisas que eu achava um pouco estranhas. Comecei a achar que ele poderia ter um grau de autismo, até que uma médica em São Paulo o diagnosticar com uma síndrome sensorial”, explicou. Giovanna tem três filhos com Bruno Gagliasso: Titi, de 9 anos, Bless, de 8, e Zyan, de 2. A apresentadora disse que hoje o filho do meio vive muito bem coma síndrome. “A gente teve que entender, observar, se adaptar. E hoje, o Bless vive com essa síndrome sensorial muito bem. Mas foi preciso o meu olhar, o olhar do Bruno e de vários médicos para que a gente entendesse a condição do Bless”, disse. A síndrome sensorial – Transtorno do processamento sensorial (TPS) – á caracterizado pro alteração nos aspectos sensoriais, como audição, tato, paladar, visão ou olfato. 

Fonte: https://jovempan.com.br/entretenimento/famosos/giovanna-ewbank-chora-ao-falar-de-sindrome-do-filho-e-revela-sentir-uma-culpa-absurda.html