"Eu estou muito bem sabendo que tenho minhas limitações", diz Xuxa Meneghel

Em uma entrevista para o youtuber Maicon Santini, Xuxa Meneghel falou sobre como está feliz quando se olha no espelho. Porém, admitiu que muitos fãs não lidam bem com o fato de o tempo passar e ela não ser mais a apresentadora das décadas de 80 e 90.

“Vejo que as pessoas levam para um lado esquisito se eu corto o cabelo, se não corto, se tô mais gorda, mais velha, não uso botox. (…) Fico triste quando vejo que as pessoas querem que eu tenha a mesma cara de 20 anos (atrás). Eu não vou ter”, disse.

“Eu estou resolvida em todas as minhas fases, o chato é que as pessoas não estão me acompanhando. Eu estou me acompanhando muito bem. Acho que tem pessoas que não estão e isso me deixa mal. Sei que pessoas que gostam de mim. Muita gente fala: ‘Ela não quer ouvir que eu não gosto dela de cabelo curto’. Não é que não quero ouvir. Eu me amo de cabelo curto, então me aceite. Não é que não quero opiniões, só que elas saibam que a minha opinião é muito mais importante pra mim. Se você tá começando a carreira, tudo bem você ouvir o que as pessoas dizem pois é importante, agora depois que você chega 30 e ‘trá lá lá’ de televisão, comecei a trabalhar a minha imagem com 16, tem 40 anos que trabalho com minha imagem. Chegar alguém e falar que não gosta do meu cabelo? Meu amor, depois de 40 anos só fazendo o que os outros querem você acha que vou ligar?”, continuou ela.

Durante o papo, Xuxa diz ter total consciência de quem é e afirmou ser feliz com o momento atual.

“Eu estou muito bem sabendo que tenho minhas limitações. Que a minha voz não é a mesma. Tô rouca. Que não canto mais naquele tom. Sim, tô velha. Minha pele é enrugada sim, pego muito sol e não faço plástica, não uso botox e não quero. Não tenho mais o corpo que eu tinha e a vivacidade. Mas tenho uma pessoa da mesma idade do meu lado (o namorado Junno Andrade) que adora todos os meus defeitos e virtudes. Viva muito bem com o que você tem e seja feliz”, opinou.

A loira também falou sobre a importância de que o público entenda que a vida de um artista não é pública em todos os aspectos.

“Eu acho horrível alguém chegar e falar: ‘Nossa, fulana deu pra fulano’. Deixa fulana dar, é dela. Deixa ela dar pra quem ela quiser. Quem tem alguma coisa a ver com isso? A gente tem a vida pública, mas é até a página 10. Eu deixo você ler até a página 10, rabisque, mas depois da página 10 não é mais vida pública, mas é minha vida e ninguém tem nada com isso”, disse.

Sobre planos de parar de trabalhar, ela explicou que não tem, mas afirmou que pode mudar de foco daqui algum tempo.

“Eu imagino que daqui 1 ano e meio ou 2, quando minha filha estiver formada, eu gostaria de fazer alguma coisa tipo viajar o mundo. Pegar o Junno e viajar por aí, acho que vai ser bem legal. Mas pode ser que daqui 1 ano e meio a minha filha decida outra coisa e eu não possa ou queira fazer isso. Quero ver o que ela vai fazer, para onde ela vai, para ver onde vou. Ela manda em mim. Em cima disso quero ver como será minha vida. Deixar de trabalhar? Não. É mudar meu ponto de vista. Hoje ainda quero aprender muito com criança, estar na frente da TV, depois quero outra coisa, mas não deixar de trabalhar. Se eu deixar de trabalhar você vai me ver deprimida, triste, chateada e só vivendo do passado. Não quero viver do passado”, garantiu.

Fonte: tvefamosos.uol.com.br/noticias/redacao/2019/03/19/eu-to-muito-bem-sabendo-que-tenho-minhas-limitacoes-diz-xuxa-meneghel.htm

Coronavírus em Tempo Real