Ator de ‘Guardiões’ diz que só fará terceiro filme por obrigação

O ator Dave Bautista, que interpreta o Drax em Guardiões da Galáxia, mostrou insatisfação com a saída do diretor James Gunn do terceiro filme da saga. Gunn foi responsável pelos dois primeiros longas da franquia e foi demitido pela Disney, no último mês, por antigas piadas com menções a estupro, pedofilia e aids publicadas no Twitter.

“Vou fazer, porque sou obrigado contratualmente, mas Guardiões sem James Gunn não foi o que eu assinei”, afirmou o ator no Twitter. “Me dá náuseas trabalhar com alguém que dá poder para uma campanha feita por fascistas na internet.”

  • James Gunn
  • James Toback
  • Após o anúncio da demissão, Gunn afirmou que compreende a decisão da Disney. “Embora já tenha se passado muito tempo, entendo e aceito as decisões adotadas hoje. Mesmo muitos anos depois, assumo toda a responsabilidade pela maneira como me comportei à época”, afirmou. Mesmo assim, uma petição online para recontratar o diretor já atinge mais de 365.000 assinaturas.

    I will do what Im legally obligated to do but @Guardians without @JamesGunn is not what I signed up for. GOTG w/o @JamesGunn just isn’t GOTG. Its also pretty nauseating to work for someone who’d empower a smear campaign by fascists #cybernazis . That’s just how I feel https://t.co/Ym4FwruVDu

    — Dave Bautista (@DaveBautista) August 5, 2018