Associação dos peritos aciona profissional que foi contratado por Temer

Associação Nacional dos Peritos Criminais Federais declarou guerra a Ricardo Molina, tido como um dos profissionais da área mais conhecidos no país.

Foi ele o técnico contratado por Michel Temer para analisar as gravações de Joesley Batista. Ao final, Molina concluiu que a Polícia Federal não tinha como assegurar que o material havia sido conservado ou passado por edição.

A APCF enviará uma notificação extrajudicial exigindo que Molina pare de se apresentar como perito criminal.

Segundo a associação, Molina é assistente técnico especializado em fonética e elabora seus pareceres de acordo com os interesses da parte que o contratou, enquanto o perito criminal é obrigado, por lei, a ser imparcial e equidistante das partes.