Mudança de mindset pode prevenir suicídio

A hipnoterapia pode lidar com casos suicidas
Madalena Feliciano

Doenças como a depressão, transtorno bipolar e dependência química são conhecidas por causar danos graves ao bem-estar e saúde mental, muitas vezes levando ao suicídio ou tentativa dele. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) o suicídio é a causa de morte em uma a cada 40 pessoas.

“A hipnoterapia é um tratamento alternativo viável para o tratamento de desordens psicológicas através do estímulo no subconsciente, sem uso de remédios e, geralmente, em poucas sessões”, conta Madalena Feliciano, hipnoterapeuta.

Com o uso da indução, as ferramentas mais comuns a serem exploradas na mente do suicida são imagens amigáveis, sensações boas, ressignificação de memórias traumáticas e relaxamento.

O objetivo é melhorar o mindset de quem tem um dos transtornos que pode levá-lo a tirar a própria vida, o maior trunfo é reduzir sua sobrecarga emocional, liberando espaço para que as ferramentas de indução possam funcionar.

“Como solução interna, o hipnoterapeuta pode encontrar gatilhos internos que levam a piora do caso e inibi-los ou substituir por gatilhos benéficos”, explica a especialista.

A Programação Neurolinguística também pode ajudar a reprogramar pensamentos, hábitos, barreiras e sentimentos. O foco é a prevenção.

Madalena Feliciano

Gestora de Carreira e Hipnoterapeuta

(11) 2737-1685 e 9 47706543

https://www.instagram.com/madalenafeliciano/
https://www.facebook.com/madalena.feliciano1
https://www.linkedin.com/in/madalenafeliciano/

madalena@ipcoaching.com.br

www.ipcoaching.com.br

www.outlierscareers.com.br

Rua Engenheiro Ranulfo Pinheiro Lima, nº 118, Ipiranga/SP.

Coronavírus em Tempo Real