Aposentadoria de profissionais-chave: sua empresa está preparada?

Algo que tem preocupado os líderes brasileiros é a aposentadoria dos baby boomers, nascidos entre os anos de 1945 e 1960. Já ouvi isso de alguns executivos e uma pesquisa da Robert Half revelou que 90% dos 100 líderes brasileiros entrevistados têm algum nível de preocupação quanto ao impacto que a saída desses profissionais causaria na organização. Não é um exagero ter esse sentimento, afinal, trata-se de pessoas que, em muitos casos, acumulam anos na mesma companhia e, por razões óbvias, possuem um amplo histórico da operação, dos negócios e das melhores estratégias para lidar com crises.

Considerando que a saída dos baby boomers do mercado acontecerá cedo ou tarde, mais da metade dos líderes entrevistados (59%) revelou investir na construção de equipes de diferentes gerações. A pesquisa, que permitia múltipla escolha, apontou outras quatro iniciativas: organização de sessões de treinamento com todos os colaboradores; criação de programas de mentoria e coaching; implementação de plataforma online em que todos podem compartilhar suas experiências; e mapeamento do sucesso de projetos anteriores por meio de um sistema especial.

No meu ponto de vista, para a saúde da companhia, no mundo dos negócios ninguém deve ser insubstituível, não é mesmo? Tanto eu quanto você não “temos” um cargo. Nós “estamos” em um cargo. Então, pensando nisso, compartilho quatro boas práticas para que o conhecimento circule entre os membros da equipe:

  • Promova a integração entre as gerações – Ao estruturar grupos de trabalho para projetos especiais, crie meios para que eles sejam formados por pessoas com ideias e experiências diferentes.
  • Crie ações de aproximação – Já pensou, por exemplo, em estabelecer momentos na empresa nos quais os mais seniores auxiliam os mais jovens a resolver dilemas na carreira ou na rotina do trabalho?
  • Observe – Identifique em sua equipe os profissionais que possuem competências que sejam aderentes com a cultura da empresa. Avalie a força de vontade do colaborador, o interesse em aprender, a facilidade de trabalhar em equipe, reações em situação de estresse e o foco em resultados. Tenha mais de um no radar, cuide desses profissionais e traga-os para perto do negócio.
  • Desafie – Delegue tarefas importantes aos profissionais das novas gerações sob a supervisão dos mais seniores. Coloque os desafiados como responsáveis por determinados projetos e faça com que eles sejam vistos e valorizados na empresa.
  • As mudanças no mercado de trabalho acontecem muito rápido. Então, não deixe para se dar conta de que precisa de mão de obra qualificada apenas quando perceber que perdeu alguém importante.

    Aqui neste Blog você encontra outros artigos sobre carreira, gestão e mercado de trabalho. Também é possível ter mais informações sobre os temas na Central do Conhecimento do site da Robert Half.

    * Fernando Mantovani é diretor geral da Robert Half

    Fonte: exame.abril.com.br/blog/sua-carreira-sua-gestao/aposentadoria-de-profissionais-chave-sua-empresa-esta-preparada