Ala pró-reforma da Previdência calcula 325 votos a favor da medida

O grupo de deputados que trabalha pela aprovação da reforma da Previdência mapeou os votos a favor da medida na Câmara dos Deputados. A intenção é que a votação aconteça antes do recesso parlamentar, marcado para 18 de julho.

De acordo com informações do jornal Folha de S.Paulo, há 325 votos a favor das novas leis da aposentadoria. O cálculo considera a aprovação por 80% a 85% das siglas que já endossam a medida mais10 votos favoráveis vindos de deputados da oposição. Se confirmado, o governo terá 17 votos a mais do que os 308 necessários para a aprovação.

Este mapa de votos também leva em consideração as lterações no texto do relator da reforma da Previdência, Samuel Moreira (PSDB-SP). Pontos cruciais, como redução da idade mínima para os professores e a alteração na regra de transição, devem ser feitos para que sejam confirmados os 325 votos.

 

O relator também estuda alternativas para dar mais tempo ao fim do repasse obrigatório dos recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Incluída no parecer da reforma, a medida destina o dinheiro hoje repassado à instituição para o pagamento de aposentadorias e pensões.

Depois das muitas críticas, a ideia é fazer com que o fim do repasse seja gradual. Dessa forma, o “desmame” do BNDES seria feito ao longo de um período, ainda em análise. Se a proposta for mantida, o BNDES perderá 217 bilhões de reais em dez anos.

Fonte: veja.abril.com.br/economia/ala-pro-reforma-da-previdencia-calcula-325-votos-a-favor-da-medida