A agitação de Bolsonaro no hospital e a resignação de Mourão

Na cirurgia para a correção de uma hérnia no abdômen, que o afastou dez dias da Presidência, Bolsonaro prejudicou sua recuperação por causa de um péssimo e conhecido hábito, interrompido apenas pelas mensagens no celular: falar demais. O ar que entra pela boca é prejudicial nesses casos.

O general, por outro lado, Hamilton Mourão está resignado. Aos amigos e colaboradores mais próximos, diz que se comportará, daqui para a frente, como o vice decorativo e calado que Bolsonaro tanto queria, e avisa: “Não serei desleal”

Fonte: veja.abril.com.br/blog/radar/a-agitacao-de-bolsonaro-no-hospital-e-a-resignacao-de-mourao